Destaques

A revista Plástico industrial de maio/junho já está online. O artigo Possibilidades e limitações dos ensaios não destrutivos na união de peças plásticas, na pag. 22, mostra que os métodos de ensaio não destrutivo de componentes estão em constante desenvolvimento, e no caso da produção de plásticos eles são bastante aplicados no teste de qualidade das uniões entre peças. Para cada processo de união, material e tipo de defeito, há um método de ensaio correspondente. Veja na pág. 34 o artigo Como melhorar a qualidade da resina fundida pela otimização de zonas de calor no canhão de extrusoras, mostrando que o ajuste da temperatura do canhão de extrusoras de rosca simples é tarefa do operador de máquina, mas imprecisões que são inerentes às habilidades humanas levaram à crescente digitalização de processos de medição e regulagem, criando a possibilidade de controle autônomo da temperatura. E na pág. 46, no caderno O plástico na embalagem, a matéria Revestimento aumenta a vida útil de garrafas PET retornáveis, sobre o trabalho em parceria do Instituto de Processamento de Plásticos da Universidade de Aachen (IKV) com a empresa KHS Corpoplast GmbH no desenvolvimento de revestimentos a plasma para garrafas PET reutilizáveis. Também nesta edição tem a atualização dos guias de Fornecedores de resina reciclada, de Aditivos e cargas e do PET.