A Akrom, empresa fornecedora de equipamentos eletrônicos projetados para trabalhos no chão de fábrica, situada no município de São Leopoldo (RS), lançou recentemente o medidor de espessura por ultrassom KR225, indicado para a aferição de medidas de películas e filmes plásticos.

 

Modelo de medição de espessura indicado para trabalhos com plásticos planos

 

 

O modelo tem capacidade para executar medições de espessuras ultrafinas, de 1,0 a 225,0 mm, e apresenta resolução de 0,01 a 0,1 mm e índice de precisão de aproximadamente 0,05 mm. A velocidade de trabalho do ultrassom pode ser ajustada, podendo ele operar a 1.000 m/s até 9.999 m/s.

 

Entre as suas características técnicas estão frequência de 5 MHz, transdutor, também chamado de ponteira, com diâmetro de 10 mm, sistema de alimentação de 4,5 V e cabo do transdutor com comprimento de 1.000 mm. Além disso, ele conta com visor colorido, interface intuitiva e sistema de memória com capacidade para armazenar dados de até 500 medições.

 

A fornecedora recomenda que o equipamento tenha contato com superfícies plásticas em medição com temperatura de, no máximo, 60 ºC – com umidade relativa de 10 a 90%, sem condensação –, e que ele opere em ambientes que apresentem temperatura de até 40 ºC.

 

 

Acompanham o produto os seguintes itens: três pilhas recarregáveis do tipo AAA, tubo de gel acoplante, cabo USB, carregador bivolt e maleta para transporte. De acordo com a Akrom, o modelo também pode ser utilizado para medir a espessura de embalagens como recipientes.

 

 

Mais informações podem ser obtidas aqui. Nossos guias também trazem dados técnicos sobre equipamentos indicados ao processamento de plásticos fornecidos no Brasil.


 

 

Foto: Medidor de espessura por ultrassom é indicado para trabalhos com plásticos planos, fornecido pela Akrom.

 

 

Conteúdo relacionado:

Barreiras de proteção movimentam o setor de acrílicos

Precisão na soldagem a laser de peças plásticas


 

 

#Akrom #MedidordeEspessuraporUltrassom #KR225 #Plásticos



Mais Notícias PI



Sachês pós-consumo transformados em itens esportivos

Projeto que integra a Boomera e a marca Nescau resultou na reciclagem de resina pós-consumo, proveniente de embalagens flexíveis, em itens esportivos, os quais foram doados a organização beneficente.

14/01/2022


Empresa supera sua meta de uso de material reciclado

A SC Johnson superou sua meta de uso de 15% de plástico reciclado em suas embalagens quatro anos antes do previsto e, agora, quase dobra a aposta para usar 25% até 2025.

12/01/2022


Manufatura aditiva e resina reciclada: as tendências no segmento de sopro

Pesquisa no ramo de transformação de plásticos por sopro apontou que mais de 70% das empresas usam manufatura aditiva (impressão 3D) para complementar seus processos produtivos, e mais de 60% utilizam resinas recicladas para fabricar seus produtos.

06/12/2021