A UBQ, desenvolvedora de uma tecnologia patenteada para a reciclagem de resíduos sólidos mistos, vai expor na feira NPE alguns dos produtos criados para o mercado brasileiro.

 

Além de seu centro de desenvolvimento em Israel, a empresa possui unidade na cidade de Bergen op Zoom, na Holanda, onde são produzidos materiais termoplásticos sustentáveis que, adicionados aos plásticos convencionais, auxiliam na redução da pegada de carbono dos produtos finais. A próxima expansão deverá ocorrer no mercado norte-americano, que possivelmente será uma alternativa de abastecimento para o mercado brasileiro.

 

O material UBQTM é obtido a partir de resíduos sólidos urbanos mistos, incluindo os orgânicos, plásticos mistos e materiais de difícil reciclagem, com exceção de minerais e metais, em um processo que envolve etapas de moagem, secagem, trituração e separação magnética.

 

Conforme as características do material plástico utilizado como matriz, os aditivos de sustentabilidade podem atuar também como modificadores de propriedades. Eles podem ser adicionados a materiais termoplásticos como polietileno (PE)polipropileno (PP)poliestireno (PS)poli(cloreto de vinila)(PVC)acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS), etileno acetato de vinila (EVA), elastômeros termoplásticos (TPE) e poli(ácido láctico) (PLA), e são compatíveis com os processos de injeçãoextrusão, termoformagem, compressão e por impressão 3D.

 

Aplicações no mercado brasileiro


Os materiais da UBQ vêm sendo distribuídos nos mercados da Europa, Estados Unidos, Ásia e, mais recentemente, América Latina.

 

No mercado brasileiro, a primeira parceria foi desenvolvida em 2021, com a Arcos Dourados, maior franqueada independente da rede de lanchonetes McDonald’s no mundo, que adotou o uso de bandejas (foto acima) fabricadas pela Semaza (Santana de Parnaíba, SP), fato que ajuda a rede a cumprir suas metas de sustentabilidade.

 

Bancos de madeira plástica já foram fabricados em parceria com a Madeplast (Mandirituba, PR) e produtos para o setor elétrico foram moldados com os materiais pela Tigre (Joinville, SC). A PepsiCo utilizou UBQTM em paletes plásticos (foto ao lado) injetados pela Ecoboxes (Paulínia, SP) e em displays de pontos de venda produzidos pela Fábrica de Ideias (Embu das Artes, SP). Essas aplicações estarão em destaque no estande da UBQ na NPE.

 

Imagens: UBQ


 

 

Leia também:

 

Kuhne na NPE. Filmes com barreira, mas facilmente recicláveis.

 

Bioplastics Brazil reunirá especialistas globais para discutir os biopolímeros



Mais Notícias PI



Certificações levam à fabricação de mais produtos compostáveis

Bioplásticos à base de calcário recebem certificação que permite a produção de embalagens rígidas e itens de uso único compostáveis.

21/05/2024


Como o setor de reciclagem pode ajudar a reconstruir o RS

Iniciativa convida profissionais e empresas para contribuir com conhecimento e equipamentos para promover a destinação ambientalmente correta das toneladas de resíduos que foram acumuladas pelas inundações no Estado do Rio Grande do Sul.

21/05/2024


Reciclar 50 toneladas de plásticos na Ásia é meta de empresas parceiras

A Acer e a Plastic Bank se uniram para coletar e destinar à reciclagem resíduos plásticos descartados incorretamente no litoral do Sudeste asiático.

16/05/2024