A capacidade de produção da unidade da Braskem situada em Triunfo (RS), onde é produzido eteno de fonte renovável – feito a partir do etanol de cana-de-açúcar –, teve aumento de 30%, passando de 200 mil toneladas para 260 mil toneladas ao ano.

 

Isso faz parte de um projeto de expansão da planta fabril que integra o Polo Petroquímico gaúcho, que, de acordo com a empresa, contou com investimento de US$ 87 milhões. O plano de expansão foi iniciado em 2021, sendo concluído recentemente.

 

Walmir Soller, vice-presidente de olefinas e poliolefinas da Braskem para a Europa e a Ásia, que também gerencia a comercialização da linha de polietileno de origem renovável I'm green, comentou sobre uma das premissas dessa empreitada: “queremos atender a demanda da sociedade e dos nossos clientes por produtos que causam menos impacto no meio ambiente”. 

 

Conforme foi informado à imprensa, e segundo estimativas da companhia, o aumento da produção de eteno de base de biomateriais pode contribuir para a redução da emissão de CO2, algo em torno de 185.000 toneladas de CO2 a menos, por ano. Além disso, a companhia pretende aumentar a sua produção de biopolímeros para um milhão de toneladas por ano até 2030.

 

Mais informações podem ser obtidas pelo site da Braskem.

 

Imagem: Braskem/Divulgação.

 

Leia também:

 

Filme biodegradável pode preservar alimentos por mais tempo

 

Embalagens em bioplásticos associadas à vida saudável

 

Guia de empresas que transformam resinas plásticas por injeção

 

#Braskem #Biopolímeros #PlásticoIndustrial



Mais Notícias PI



A Lecar não vai mais produzir carros elétricos, mas sim híbridos.

Montadora brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


Empresas de extrusão buscam atualização tecnológica

Ênfase no atendimento ao setor de embalagens e interesse por tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 são tendências entre as empresas que processam materiais plásticos usando o processo de extrusão.

01/07/2024


Consumo de PVC aumentou entre 2022 e 2023

Pesquisa do IBPVC e da MaxiQuim revelou que o consumo aparente de PVC no País, nos dois últimos anos, passou de 1.024 para 1.122 toneladas.

25/06/2024