Desenvolver embalagens multicamadas à base de poli(tereftalato de etileno) (PET) a partir do uso de adesivos à base de água, visando facilitar a separação dos filmes/camadas e assim otimizar a sua reciclagem, bem como aumentar a escala da reciclagem em “ciclo fechado” de bandejas para o acondicionamento de alimentos.

 

Estas são algumas das premissas de uma parceria formada entre a alemã Basf, com filial em São Bernardo do Campo (SP), a Sulayr, empresa especializada em reciclagem situada na Espanha, a Bobst (Suíça), fabricante de máquinas para produção de embalagens, e a Evertis (Portugal), companhia especializada em filmes plásticos que tem subsidiária brasileira em Quatro Barras (PR).

 

Facilitar a separação de filmes plásticos de embalagens multicamadas a serem recicladas é o principal objetivo de uma parceria formada por grandes players do ramo de plásticos

No que tange ao desenvolvimento de filmes mais amigáveis à reciclagem, um dos motivos que levaram à formação do consórcio entre as empresas, Thomas Peter Schiele, vice-presidente do departamento de adesivos e produtos químicos para revestimento de papel da Basf, comentou que a companhia está “trabalhando em adesivos especiais que permitem uma separação ainda mais fácil sob certas condições”. Ele complementou dizendo que “quanto mais nos esforçarmos para demonstrar a viabilidade do processo, mais rápido ele pode se tornar padrão para todos os adesivos de laminação, o que levaria a reciclagem de embalagens multicamadas para o próximo nível”.

 

Ainda sobre tornar mais fácil a separação de camadas, Miguel Angel Arena, CEO da Sulayr, comentou sobre algumas vantagens proporcionadas pelo uso de adesivos à base de água na produção de embalagens multicamadas: “com os adesivos Epotal à base de água da Basf, por exemplo, nosso processo de separação pode ser simplificado, pois estes adesivos permitem uma separação rápida e fácil, além da obtenção de materiais reciclados com boa qualidade, o que não acontece com os adesivos à base de solventes, por exemplo”.

 

 

Embalagens de PET/PE mais recicláveis

 

As partes envolvidas estão unindo esforços para desenvolver em um primeiro momento bandejas feitas de poli(tereftalato de etileno) e polietileno (PET/PE) mais fáceis de serem recicladas. Em comunicado à imprensa, foi informado que isso poderá ser feito, por exemplo, por meio da certificação de filmes plásticos que serão usados na fabricação de embalagens multicamadas, ou seja, pela comprovação de que eles poderão ser facilmente separados antes de serem submetidos à reciclagem. 

 

 

 

Imagem: Basf

 

 

 

Leia também:

 

Reciclagem mecânica e química em alta na K

 

Centro de inovação em reciclagem de plásticos será construído na Europa

 

#Basf #Sulayr #Reciclagem #EmbalagensMulticamadas



Mais Notícias PI



Incentivo à reciclagem em terminais rodoviários

Pontos de descarte de garrafas plásticas para troca por vale-compras e doações foram instalados em rodoviárias em São Paulo.

23/07/2024


Quadro de bicicleta de plástico reciclado é lançado na Alemanha

A Igus e a Advanced Bikes desenvolveram um quadro de bicicleta fabricado por injeção. Ele é feito em uma peça única, sem soldas, e é composto por plásticos de alto desempenho reciclados e fibras de carbono.

16/07/2024


Medição on-line assegura a qualidade do material durante o processamento

Fabricante suíça de instrumentos de medição desenvolveu um viscosímetro com módulo de medição que analisa polímeros fundidos durante a extrusão.

16/07/2024