A versatilidade do poliestireno expandido (EPS) está fazendo com que o seu uso seja cada vez mais considerado na construção civil. A aplicação deste polímero é uma opção para quem demanda obra limpa e rápida, assim como é uma alternativa ao uso de materiais tradicionais devido às suas boas propriedades como resistência a intempéries, além de maior durabilidade.

 

Uma linha de molduras fabricadas com poliestireno expandido e revestidas com resina elastomérica passou a ser fornecida pelo Grupo Isorecort (Ribeirão Pires, SP). Elas pertencem à linha ISODecor e são indicadas para o acabamento de fachadas, paredes, vigas e muros. Também podem ser usadas para a decoração de áreas internas com alto índice de umidade e de alternância de temperatura como banheiros, cozinhas, áreas de serviço, entre outras.

 

Poliestireno expandido passa a ser usado na fabricação de molduras para obra limpa na construção civil

Fig. 1 - Molduras feitas com poliestireno expandido constituem uma linha de produtos indicada para o acabamento e/ou decoração de estruturas situadas em ambientes externos e internos. Na imagem, detalhe de revestimento de elastômero aplicado nas peças, cuja função é protegê-las da ação de intempéries. Imagem: Grupo Isorecort.

 

 

A função da camada de elastômero, com detalhe mostrado na foto 1, é evitar que a ação das intempéries levem à deterioração das molduras, o que pode ser causado por trincas, infiltração, ressecamento, ou atrito, por exemplo. Além disso, segundo informações da empresa, a aplicação do revestimento confere flexibilidade às peças.

 

As molduras de EPS apresentam vantagens em relação às suas equivalentes fabricadas com materiais tradicionais. Karen Peroni, engenheira civil do Grupo Isorecort, pontuou algumas delas: “O material é leve, resistente e não trinca, pois é revestido com polímeros bastante flexíveis, que desenvolvemos especialmente para essa aplicação. O revestimento não apresenta fissuras, em comparação à argamassa cimentícia, e proporciona longevidade”.

 

No que diz respeito à instalação das molduras, Karen fez algumas recomendações: “as molduras com dimensões maiores podem ser instaladas com argamassa colante combinada a itens de fixação como parafusos ou chumbadores. Já no caso das molduras menores, é recomendado somente o uso de argamassa colante”.

 

Molduras de poliestireno expandido são indicadas para muros

 

A preparação e limpeza da superfície à qual a moldura será fixada também é fator importante, já que a presença de eventuais resíduos, revestimento e/ou umidade pode comprometer a durabilidade da junção das áreas. Em comunicado à imprensa, foi informado que os clientes poderão adquirir molduras feitas sob encomenda.

 

Fig. 2 - Exemplo de aplicação de molduras fabricadas com EPS. Imagem: Grupo Isorecort.

 

 

Conteúdo relacionado:

Mobilidade elétrica: novos grades de PPA voltados à inovação sustentável

Resistência à corrosão, um ativo para os materiais plásticos

 

#Isorecort #EPS #ConstruçãoCivil #Plástico



Mais Notícias PI



Menos produtos descontinuados na indústria

Associação Brasileira de Automação (GS1 Brasil) apurou uma menor taxa de “descontinuação” de linhas de produtos na indústria, um sinal de recuperação das atividades.

26/05/2022


Impressora 3D é divulgada em feira

Equipamento conta com câmara ativamente aquecida e pode processar materiais como PA e PC.

24/05/2022


Mais aproveitamento na reciclagem de fios e cabos 

Empresa do ABC paulista desenvolveu maquinário que separa o material polimérico dos metais presentes em fios e cabos, garantindo, em alguns casos, 99,9% de pureza para o cobre obtido.

26/05/2022