A HP, com matriz nos Estados Unidos e escritório comercial em Barueri (SP), divulgou que a sua impressora 3D chamada Metal Jet S100, projetada para a execução de trabalhos de manufatura aditiva no chão de fábrica, e que é capaz de fabricar peças em escala industrial, já está disponível para comercialização. 

 

Chegou ao mercado um equipamento para manufatura aditiva de metais desenvolvido pela HP

A impressora 3D pode produzir protótipos e/ou peças finais e ferramental a partir do processamento de pós metálicos, o que é feito por meio de deposição de material, camada a camada (alguns exemplos são mostrados nas imagens). Outro detalhe é que o conjunto do equipamento consiste em unidades modulares que podem ser deslocadas, o que, de acordo com a companhia, propicia o fluxo de trabalho em larga escala.

 

Foi informado à imprensa que a tecnologia presente na nova máquina como, por exemplo, um dispositivo dispersor de jato de aglutinante que pode contribuir para o aumento da produção de peças em dez vezes, é um dos fatores que proporcionam vantagens em relação a outros equipamentos de impressão 3D

 

HP divulgou que sua impressora 3D para manufatura aditiva de metais em escala industrial já está disponível para comercialização

Este modelo de impressora 3D é recomendado para aplicações que envolvam a fabricação de peças com design complexo, de componentes que requeiram propriedades específicas, como densidade e peso customizados, entre outros. Além disso, conforme foi informado pela HP, a máquina conta com cabeçote de impressão da série Thermal Inkjet, o qual pode operar em alta velocidade, o que facilita a obtenção de índices de reprodutibilidade requeridos em processos produtivos em escala industrial. 

 

De acordo com Didier Deltort, presidente da divisão de personalização e impressão 3D da HP, a impressora 3D Metal Jet S100 já está sendo utilizada em uma linha de produção da empresa Schneider Electric, com sede na França. Segundo ele, isso é parte de um trabalho de desenvolvimento de equipamentos e redes para manufatura aditiva pensados para parques fabris. “Estamos testemunhando setores inteiros buscando transformar digitalmente seus processos de manufatura e sua cadeia de suprimentos. A submissão da nova impressora 3D a processos industriais, executada em colaboração com líderes de mercado, está traçando o caminho para uma indústria mais sustentável, confiável e eficiente”, concluiu. 

 

 

Imagens: HP

 

 

Conteúdo relacionado:

 

Ligas metálicas de alta resistência impressas em 3D

 

Plataforma digital está disponível para teste gratuito

 

#Impressão3D #HP #ManufaturaAditiva #CCM



Mais Notícias CCM



Cursos on-line do setor metalmecânico. Agenda começa em julho.

A ABM promove treinamentos cuja programação inclui conteúdo sobre estampagem, laminação, trefilação e aplicação de inteligência artificial (IA) em processos siderúrgicos.

15/07/2024


Conformação rotativa pode tornar viáveis as células a combustível

O Instituto Fraunhofer de Máquinas-Ferramenta e Tecnologia de Conformação (IWU) anunciou o desenvolvimento de um sistema rotativo para estampagem das finíssimas chapas metálicas usadas na montagem de placas bipolares que compõem as células a combustível. A novidade poderá reduzir os custos de produção dessas células, com impacto no mercado da mobilidade elétrica, tendo em vista que elas substituem as baterias.

15/07/2024


Prensas dobradeiras hidráulicas

Empresa brasileira comercializa prensas dobradeiras hidráulicas com força de 1.500 toneladas fabricadas em Portugal.

15/07/2024