A Prima Additive, unidade de manufatura aditiva do Grupo Prima Industrie (Itália), que desenvolve maquinário para corte a laser de chapas metálicas, uniu-se à Materialise, fornecedora de soluções de impressão 3D para trabalhar na otimização de sistemas a laser de manufatura aditiva de metal.

 

A colaboração entre as duas empresas levou ao desenvolvimento do Print Genius 150, sistema de manufatura aditiva da Prima Additive com tecnologia de fusão em leito de pó (powder bed fusion), com dois feixes de laser trabalhando na mesma área. Foi integrado ao maquinário o hardware MCP da Materialise para obter funções de controle em tempo real e uma combinação simplificada com sistemas externos de monitoramento e controle para auxiliar no processo.

 

Um dos resultados da integração entre os sistemas Prima Additive e Materialise é o desenvolvimento de um algoritmo para balanceamento da carga de trabalho que permite explorar os dois lasers ao máximo e de forma equilibrada.

 

Graças a esse algoritmo, os dois lasers são capazes de trabalhar em cada camada ao mesmo tempo, distribuindo automaticamente o trabalho de forma homogênea e eliminando os momentos em que apenas um deles está trabalhando. O primeiro Print Genius 150 resultante desta colaboração foi instalado na Universidade de Leuven, Bélgica, em abril de 2021.

 

Todas as máquinas da Família Prima Additive 150 são equipadas com diferentes sensores que monitoram o processo em tempo real, além de um sistema duplo para pré-aquecimento da superfície do leito de pó a até 300° C, com a possibilidade de uso de lasers com diferentes comprimentos de onda.

 

A Plataforma de Controle da Materialise (MCP) é baseada em hardware e software incorporados à máquina para controle avançado dos processos de impressão 3D baseados em laser. É uma solução para fabricantes de máquinas, pesquisadores e usuários de impressão 3D que precisam adaptar o processo de produção para atender a necessidades específicas. É compatível com as tecnologias típicas da Indústria 4.0, tais como protocolos de comunicação OPC UA e acesso a dados em tempo real.

 

Foto: Prima Additive

 

Conteúdo relacionado:

 

Investimento em projetos de indústria 4.0

Máquina de entrada para corte a laser


 

#manufaturaaditivademetais #Primaadditive

 



Mais Notícias CCM



Ligas metálicas de alta resistência impressas em 3D

Pós metálicos poderão dar origem a componentes em aço de alta resistência e em metal duro, que podem ser usados na confecção de postiços para ferramental de corte e conformação.

22/04/2022


Mercado de impressão 3D em metais tem aumento expressivo

Processos de manufatura aditiva avançam como meio alternativo de fabricação de componentes metálicos.

14/01/2022


Ensaio de fluidos para processamento de metais passa a ser oferecido como serviço

Análise de lubrificantes para corte e conformação e inspeção de sistemas hidráulicos compõem os pacotes oferecidos.

13/01/2022