Um adesivo feito de poli(tereftalato de etileno) (PET) reciclado desenvolvido por Teresa Cristina Alves Villano, pesquisadora que atua na Petrobras, pode ser utilizado para a proteção contra a corrosão de, por exemplo, superfícies metálicas, como é sugerido na foto ao lado, além de outras aplicações.

 

Trata-se de um projeto chamado “PET Adesivo”, que teve início em 2020, do qual a pesquisadora está à frente. Este trabalho tem como objetivo o desenvolvimento e a fabricação em escala industrial de adesivos feitos 100% de PET reciclado para uso em parques fabris, plataformas expostas a ambientes marítimos, refinarias e também para uso doméstico.

 

Foi informado à imprensa que o material reciclado usado na composição do adesivo é proveniente de garrafas PET. O projeto avançou a partir de uma parceria estabelecida entre membros do Laboratório de Corrosão da Escola de Engenharia Química da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Petrobras. 

 

Pensando em aplicações na indústria de manufatura, especificamente no setor de plásticos, o adesivo poderia ser utilizado para proteger partes de máquinas e equipamentos para transformação de polímeros, painéis digitais e monitores, por exemplo.

 

A Petrobras e a UFMG podem ser contatadas pelos seus sites. A transformação de resinas recicladas auxiliada pelo uso de plasma atmosférico é tema de um estudo na seção Artigos técnicos, em nosso site. E em Artigos acadêmicos você também encontra trabalhos cujo tema é o reaproveitamento de PET, bem como de outros materiais como, por exemplo, poliuretano fundido/termofixo como carga.

________________________________________________________________________

Assine a PI News, a newsletter semanal da Plástico Industrial, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria de plásticos. Inscreva-se aqui.

___________________________________________________________________

 

Imagem: Petrobrás, UFMG/Divulgação.

 

Mais conteúdo:

 

Reciclagem avançada de PET, da universidade para o mercado

 

Do frasco ao solado. Garrafas PET transformadas em laminados para calçados.

 

#UFMG #Petrobrás #PlásticoIndustrial #PETReciclado



Mais Notícias PI



A Lecar não vai mais produzir carros elétricos, mas sim híbridos.

Montadora brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


Empresas de extrusão buscam atualização tecnológica

Ênfase no atendimento ao setor de embalagens e interesse por tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 são tendências entre as empresas que processam materiais plásticos usando o processo de extrusão.

01/07/2024


Consumo de PVC aumentou entre 2022 e 2023

Pesquisa do IBPVC e da MaxiQuim revelou que o consumo aparente de PVC no País, nos dois últimos anos, passou de 1.024 para 1.122 toneladas.

25/06/2024