Hellen Souza, da redação

 

Uma parceria entre a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast) e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) está resultando no projeto Recircula Brasil, uma complexa plataforma online de rastreabilidade das atividades de reciclagem na cadeia de plásticos.

 

Desenvolvida pela Central de Custódia, a plataforma tem por objetivo atuar na acreditação da circularidade na cadeia do plástico, com ações voltadas diretamente para os recicladores de plásticos. Um pré-lançamento do recurso já foi feito e envolveu um programa de investimentos estruturantes e de logística reversa.

 

A Recircula vai funcionar unindo os elos da cadeia ao integrar recicladores e transformadores, os quais vão inserir dados das suas notas fiscais na plataforma. O cruzamento desses dados será a garantia de que a resina reciclada foi de fato utilizada por transformadores na fabricação de novos produtos, fechando o ciclo dos materiais plásticos.

 

A Central de Custódia atua no projeto como verificadora independente, executando a auditoria com base no cruzamento dos dados fiscais. A integração das informações e a rastreabilidade das operações contribuirão para a estruturação do segmento de reciclagem de plásticos com base em segurança jurídica, transparência e compliance.

 

Tathiane Perego (foto), analista econômica sênior da Abiplast, acompanhou a criação do Recircula e explicou que a ideia é “dar match quanto aos volumes de massa, sob o olhar da segurança da informação”, contemplando inclusive informações regionais.

 

Os dados do sistema poderão ainda subsidiar a criação de políticas públicas para o setor de reciclagem. Neste sentido, Tathiane ressalta a importância de a plataforma dispor da auditoria de uma terceira parte: “Isso ocorre não somente pela presença da Central de Custódia, que é parceira no projeto, mas também pela presença da Abiplast e da ABDI, sendo esta última uma agência do governo federal”.

Tathiane Perego, da Abiplast, ressaltou a importância da auditoria de uma terceira parte independente

 

O módulo de pré-lançamento do Recircula Brasil já está funcionando e recebendo informações dos recicladores, enquanto o que atenderá os transformadores de plásticos está sendo desenvolvido, com previsão de lançamento entre os meses de setembro e outubro próximos.

 

As empresas interessadas em se cadastrar para ter acesso à plataforma devem entrar em contato pelo e-mail recirculabrasil@abiplast.org.br

 

 

Imagens: Shutterstock/Abiplast

 

 

 

Conteúdo relacionado:

 

 

Lei torna obrigatório o uso de PET reciclado no Estado de São Paulo

 

Estado de Goiás define regras para sua logística reversa de resíduos sólidos

 

Leis estaduais criam melhor ambiente para a reciclagem

 

 

#RecirculaBrasil



Mais Notícias PI



Quadro de bicicleta de plástico reciclado é lançado na Alemanha

A Igus e a Advanced Bikes desenvolveram um quadro de bicicleta fabricado por injeção. Ele é feito em uma peça única, sem soldas, e é composto por plásticos de alto desempenho reciclados e fibras de carbono.

16/07/2024


Medição on-line assegura a qualidade do material durante o processamento

Fabricante suíça de instrumentos de medição desenvolveu um viscosímetro com módulo de medição que analisa polímeros fundidos durante a extrusão.

16/07/2024


Banco de dados reúne informações sobre plásticos recicláveis

Pesquisadores dos Estados Unidos criaram um banco de dados com informações sobre caracterização de polímeros que deve servir como base para estudos sobre a reciclagem de plásticos.

17/07/2024