A Drag’eau SRL, com unidade brasileira no Rio de Janeiro ( RJ), desenvolveu uma metodologia para o tratamento físico destinado a circuitos semiabertos e fechados de água, tais como os de  torres de resfriamento e chillers , entre outros. O tratamento se baseia em um tripé que abrange a descalcificação de incrustações, a reversão de processos corrosivos e o controle biológico.

 

O sistema, denominado DS-i, se baseia em um dispositivo de aço inoxidável  316L, semelhante a uma válvula, que é instalado na tubulação dos circuitos de água. O equipamento impõe ao fluxo um movimento centrípeto, associado a um espectro de ressonâncias que se propagam por todo o sistema. Os efeitos são a mudança do potencial eletroquímico (redox) da água para um ambiente de redução, o que ocasiona a reversão dos processos de corrosão. Este fenômeno é comprovado com a diminuição dos sólidos suspensos, ferro total e dissolvido.

 

José Antonio Teixeira Alves, diretor comercial da Drag’eau, explicou que a ressonância também age sobre os carbonatos de cálcio e magnésio naturalmente presentes na água, alterando o seu formato cristalino de “calcita” (incrustante) para o “aragonita” (não incrustante). Assim, ao invés de ocorrer o acúmulo destes minerais nas paredes das tubulações e trocadores, verifica-se a sua remoção gradativa até a limpeza completa. Este efeito é um alívio para a indústria de transformação de plásticos, em que o resfriamento dos moldes é feito por circulação de água. “Cada milímetro de incrustação, representa 10% de perda na troca térmica”, informou.

 

O vídeo abaixo mostra a instalação e um teste executado com a tecnologia de tratamento:

 

 

 

Os sistemas estão disponíveis na faixa de diâmetros que vai de  ¾ até 48 polegadas.

Fotos: Drag'eau

 

Leia também:

Injetoras verticias serão comercializadas no Brasil

Composição modular e facilidade de integração para novos robôs


 

#Drageau   #tratamentodeáguaparachillers



Mais Notícias PI



Crescimento em grande escala no horizonte dos bioplásticos

Estudo traça previsões para os negócios com bioplásticos nos próximos 10 anos, levando em conta as oportunidades de mercado, o grau de maturidade tecnológica e os desafios a serem enfrentados.

18/08/2022


Curso online sobre blendas poliméricas

Propriedades e aplicações de blendas estão entre os temas que serão abordados por um especialista em polímeros.

16/08/2022


Bioplásticos na coleta de lixo orgânico

Curitiba vai testar o uso de sacos plásticos biodegradáveis na coleta de resíduos orgânicos.

16/08/2022