O Instituto Mackenzie de Pesquisas Avançadas em Grafeno e Nanotecnologias, conhecido como MackGraphe, situado em São Paulo (SP), passou a fazer parte de um consórcio internacional voltado para o desenvolvimento de grafeno e de aplicações comerciais de nanomateriais.


 

Instituições de pesquisa em grafeno se unem para desenvolver nanomateriais

 

 

A entidade brasileira se uniu ao The Graphene Council, que é uma instituição especializada em pesquisa em grafeno, situada nos Estados Unidos, a qual é ligada a diversas áreas da indústria e a universidades que também atuam no desenvolvimento de novos materiais.


 

A parceria consistirá, em um primeiro momento, no estabelecimento de um escritório no Brasil que representará a instituição norte-americana, de forma a facilitar o alinhamento de projetos que comporão o escopo técnico dessa iniciativa.


 

 

Por meio de um comunicado à imprensa, José Inácio Ramos, diretor-presidente do Instituto Presbiteriano Mackenzie, que é ligado ao MackGraphe, salientou as vantagens que este acordo pode proporcionar. “Estamos celebrando essa parceria com uma organização internacional de prestígio. Desenvolveremos uma cooperação de longo prazo com vistas à promoção de tecnologias e produtos feitos com grafeno, resultando em benefícios para as indústrias e para a nossa sociedade”.


 

 

E Terrance Barkan, diretor executivo do The Graphene Council, também comentou sobre os benefícios que a união trará. “Temos a honra de sermos parceiros de uma instituição líder no setor global do grafeno. O Brasil é uma potência emergente nas tecnologias do grafeno, e termos uma presença física no País ajudará as empresas a melhor aproveitarem o que o grafeno pode proporcionar”.



 

As entidades também informaram que está programado para acontecer no dia 3 de dezembro de 2020 um webinar intitulado “Grafeno na América Latina”. Participarão desse evento especialistas do MackGraphe/Universidade Presbiteriana Mackenzie, do consórcio MG Grafeno, além de empresas que atuam em pesquisa e produção de grafeno na América Latina.


 

 

Mais informações podem ser obtidas aqui. O nosso webinar Grafeno: usos para um material avançado na indústria de plásticos, que pode ser acessado pelo Canal da Aranda Eventos, traz informações sobre o que está sendo feito atualmente no ramo de nanomateriais.




 

Imagem: Pixabay

 

 

Conteúdo relacionado:

 

Reator para processar grafeno feito no Brasil

 

Máscaras ultrafinas de grafeno estão em desenvolvimento no Brasil


 

 

#MackGraphe #TheGrapheneCouncil #Grafeno #Nanomateriais #Plásticos



Mais Notícias PI



UCS realizará evento sobre materiais avançados em novembro

Eventos sobre tecnologia e novos materiais foram reorganizados tendo em vista a necessidade de reconstrução após as inundações que afetaram o Estado do Rio Grande do Sul.

04/07/2024


Selo vai identificar produtos contendo grafeno

A Gerdau Graphene lançou um selo de autenticidade da tecnologia de incorporação de nanomateriais de carbono a aditivos, incluindo masterbatches para produtos plásticos.

04/06/2024


Dispersões de grafeno melhoram o PP reciclado

Testes realizados pela empresa gaúcha Degrad mostraram que o grafeno pode melhorar propriedades mecânicas do polipropileno reciclado.

24/04/2024