Instituições da rede Senai passaram a fazer parte de um consórcio que tem como premissa acelerar a digitalização de suas unidades, bem como promover a capacitação de profissionais para a indústria 4.0 por meio de cursos, palestras, visitas a centros de pesquisa e desenvolvimento de sistemas digitais, entre outros.

 

O consórcio é parte de um acordo de cooperação do qual também participa o Grupo Siemens, o qual consiste no fornecimento de tecnologia digital pensada para a indústria de manufatura, o que abrange o setor metalmecânico e a reboque companhias da área de corte, conformação e soldagem de chapas e tubos metálicos, além do ramo de manufatura aditiva (impressão 3D), usinagem e de transformação de resinas termoplásticas, por exemplo.

 

Acordo entre Senai e Siemens vai promover a digitalização da indústria metalmecânica

Segundo informações fornecidas à imprensa, o acordo também vai promover a especialização do corpo docente das escolas Senai e dos Institutos Senai de Inovação e de Tecnologia (ISI e IST), e a participação de profissionais de áreas interdisciplinares. Rafael Lucchesi, diretor geral do Senai, comentou que “com a parceria com a Siemens, o Senai fortalece sua atuação na formação de profissionais e na incorporação de tecnologias nas escolas e nas indústrias”.

 

Além disso, foi divulgado que os trabalhos previstos incluem o acompanhamento de projetos para a digitalização de parques fabris e instituições educacionais ligadas à indústria de manufatura.

 

Mais informações podem ser obtidas no site do Senai Cimatec ou pelo telefone 0800-011-9484. 


 

 

Imagens: Pixabay, Siemens/Senai, Divulgação.


 

 

Mais notícias do setor:

 

Estampagem sob monitoramento

 

Inteligência artificial no pré-processamento de chapas

 

#Senai #Siemens #Indústria40 #CorteeConformaçãodeMetais



Mais Notícias CCM



Analisador portátil identifica ligas metálicas instantaneamente

Novos modelos de analisadores portáteis permitem a identificação de elementos de liga em metais de forma rápida e com recursos de conectividade.

15/07/2024


Conformação rotativa pode tornar viáveis as células a combustível

O Instituto Fraunhofer de Máquinas-Ferramenta e Tecnologia de Conformação (IWU) anunciou o desenvolvimento de um sistema rotativo para estampagem das finíssimas chapas metálicas usadas na montagem de placas bipolares que compõem as células a combustível. A novidade poderá reduzir os custos de produção dessas células, com impacto no mercado da mobilidade elétrica, tendo em vista que elas substituem as baterias.

15/07/2024


Estampagem a quente e recursos digitais serão mostrados pela Schuler na EuroBLECH

Fabricante de prensas vai expor tecnologia para estampagem a quente e união de chapas por temperatura e pressão na feira alemã EuroBLECH de 2024.

15/07/2024