A Hypertherm (Guarulhos, SP) aplicou a transformação digital em seus equipamentos ao embutir sensores nos cartuchos de consumíveis para corte a plasma. Sua linha Powermax Sync de sistemas de corte foi equipada com esta tecnologia presente nas tochas SmartSync, que captam e transmitem dados de processo em tempo real, por radiofrequência. Parâmetros como o número de aberturas de arco, a taxa de transferência e o tempo de corte são monitorados e enviados ao comando da máquina pelos sensores, ficando disponíveis no painel ou no aplicativo de controle , que pode ser instalado em smartphones (veja tela abaixo).

Edson Urtado, gerente nacional de vendas da empresa, explicou que o recurso auxilia também no set up automático do equipamento, reduzindo a necessidade de operadores qualificados. No entanto, a análise dos dados captados não dispensa a interação humana: “A relação entre as aberturas de arco e a taxa de transferência, por exemplo, é um indicador de qualidade de processo. Uma relação desfavorável pode indicar a presença de corrosão e, por conseguinte, a necessidade de treinamento do operador para evitar que isso ocorra”, observou.

A presença dos sensores nos cartuchos é também subsídio para um setup mais rápido da máquina, com a configuração automática de dados de corrente e de processo.

A forma de construção dos cartuchos tornou mais simples a sua instalação, manutenção e identificação. Constituídos por uma peça única, eles foram classificados por cor (laranja para corte manual, verde para goivagem e cinza para corte CNC), e passaram a ser instalados com um giro de um quarto de volta, o que permite a sua troca em cerca de 10 segundos.

 

Fotos: Hypertherm

 

Leia também:

Inteligência artificial a serviço da produtividade

Corte a laser para peças de pequenas dimensões


 

#Hypertherm    #SmartSync



Mais Notícias CCM



Nova unidade da Igus vai promover a automação de baixo custo

Um centro de automação foi inaugurado pela empresa alemã em Joinville (SC) para promover a disseminação do uso de sistemas robóticos em tarefas industriais.

11/07/2024


Lecar não vai mais produzir automóveis elétricos. Agora, só híbridos.

Empresa brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


BMW inaugura estamparia de última geração para produzir carros elétricos

Estamparia com equipamentos de última geração foi inaugurada na unidade norte-americana da montadora alemã, criando mais de 200 novos empregos em áreas técnicas e operacionais.

01/07/2024