A crise no fornecimento de semicondutores, itens indispensáveis à produção de veículos leves, tem feito a produção da indústria de automóveis andar de lado nos últimos meses.

O setor de caminhões e demais veículos pesados, porém, segue em seu melhor momento, favorecido pelo bom desempenho do agronegócio e do e-commerce, a despeito de problemas pontuais com insumos. A produção de 74,7 mil unidades no primeiro semestre de 2021 é a melhor para o período desde 2014, de acordo com dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Com o desempenho surpreendente do segmento de caminhões, a instituição atualizou suas projeções para este ano, estimando uma alta de 42% no caso de caminhões e ônibus.

 

Aposta nos pesados

O cenário favorável fez crescer também a procura por equipamentos para soldagem. A Fronius, de origem austríaca, por exemplo, estima um crescimento de 20% nas vendas em relação a 2020, apoiada em grande parte na demanda do setor de veículos pesados, conforme informou Cláudio Sá, gerente de negócios da Unidade Perfect Welding da empresa no Brasil.


A estratégia da empresa hoje se concentra em três setores: indústrias em geral que estão investindo na tecnologia 4.0; equipamentos da linha amarela – tratores e implementos agrícolas e de mineração, também conhecidos como yellow goods; e veículos pesados, de transporte comercial.

 

A aposta nos equipamentos para a indústria 4.0, por sua vez, está calcada em pesquisas como a da consultoria Ernst & Young, segundo a qual 36% das empresas passaram a acelerar os planos de automação como meio para reduzir seus custos de produção desde 2020. Outro relatório, da Bain & Company, revela que mais de um terço dos executivos pretendem ampliar investimento em soluções 4.0 em 2021.


 

Linha amarela reflete a demanda do campo

O gerente da Perfect Welding da Fronius ressalta que, neste ano, a divisão vem ganhando terreno no mercado da linha amarela que, segundo recentes levantamentos da Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração), teve crescimento de 25% nas vendas no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2020, impulsionadas principalmente pela retomada das obras de infraestrutura, construção e agronegócio

A divisão Perfect Welding da Fronius desenvolveu soluções que atendem as necessidades peculiares de cada segmento. “Estamos conquistando novos espaços em setores onde tínhamos pouca presença, com nosso novo portfólio de soluções e, especialmente, com equipamentos de soldagem manual”, informou Sá.

 

Fotos (Fronius): Veículos da chamada Linha amarela (yellow goods)

 

Conteúdo relacionado:

 

Alta da produção de veículos pesados, um bom sinal para o ramo de metais

 

Agronegócio acelera a produção industrial no pós-pandemia


#veículospesados   #soldagem  #Fronius



Mais Notícias CCM



Lecar não vai mais produzir automóveis elétricos. Agora, só híbridos.

Empresa brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


BMW inaugura estamparia de última geração para produzir carros elétricos

Estamparia com equipamentos de última geração foi inaugurada na unidade norte-americana da montadora alemã, criando mais de 200 novos empregos em áreas técnicas e operacionais.

01/07/2024


WEG anuncia investimento de R$ 69,5 milhões em inovação

Com financiamento do BNDES no valor de R$ 58 bilhões, a WEG vai investir na atualização do parque fabril, em cinco frentes de desenvolvimento tecnológico.

01/07/2024