O desenvolvimento de formulações de plásticos que possam impedir a proliferação de microrganismos segue caminhando paralelamente ao combate a doenças.

 

Linhas de sacos para lixo terão aditivo antiviral

 

Em meio à atual crise sanitária desencadeada pela Covid-19, fabricantes de produtos comuns ao dia a dia de residências, hospitais e do chão de fábrica estão aderindo ao uso de aditivos capazes de neutralizar a ação de vírus, bactérias e fungos.

 

Um caso recente é o da fabricante de sacos para lixo feitos em plástico Embalixo, situada em Campinas (SP). A companhia anunciou que um agente antiviral capaz de reduzir a presença do novo coronavírus em superfícies de plástico passará a ser inserido na composição de algumas linhas de seus produtos.

 

De acordo com um comunicado à imprensa, o aditivo foi desenvolvido pela própria empresa e recebeu o nome de “EmbaCycle Antivírus”. Seu índice de eficiência no que diz respeito à inativação do coronavírus é muito próximo de 100%, o que foi constatado após testes laboratoriais realizados na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – os quais foram feitos conforme normas específicas e recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

Segundo Rafael Costa, diretor comercial da Embalixo, o aditivo opera como uma armadilha para vírus e bactérias. Ele explicou que o produto age diretamente na membrana que envolve e protege o material genético de microrganismos, neutralizando as suas proteínas e gorduras, e consequentemente impedindo a sua transição para células humanas.

 

“Dessa forma, a contaminação cruzada entre as embalagens e o usuário é eliminada, evitando que o saco para lixo atue como um agente transmissor de vírus”, concluiu.

 

Mais informações podem ser obtidas aqui. Conheça também outros aditivos antivirais/microbianos desenvolvidos para embalagens, equipamentos de proteção e superfícies plásticas.

 

Foto: Embalixo

 

Conteúdo relacionado:

Aditivo antimicrobiano para plásticos tem eficácia comprovada contra o novo coronavírus

Termoplásticos antivirais feitos no Brasil

 

#Embalixo #AditivoAntiviral #Plásticos #Covid-19



Mais Notícias PI



Investimentos em plásticos para a área médica

Grupo alemão amplia instalações e volta suas atenções para a fabricação de embalagens e demais produtos voltados para as áreas médica, farmacêutica e hospitalar.

09/10/2020


Novo filme antiviral para proteção de superfícies

Empresas brasileiras desenvolveram um filme plástico composto por polipropileno, micropartículas de prata e sílica. A formulação é capaz de inibir a ação de microrganismos.

01/10/2020


Nanocomposto antiviral para embalagens de EPS

Empresa brasileira desenvolveu um material nanocomposto que confere propriedades virucidas e antibacterianas às embalagens de poliestireno expandido de sua linha.

22/09/2020