Adalberto Rezende, da redação.


 

O Cotuca – Colégio Técnico de Campinas oferece cursos técnicos gratuitos que são recomendados para profissionais da indústria de manufatura, o que abrange treinamentos para o setor de transformação de plásticos, assim como Indústria 4.0, segurança do trabalho, mecatrônica e desenvolvimento de sistemas, entre outros.

 

Os professores Wolney Netto Júnior e Vanessa Petrilli Bavaresco, que integram o corpo docente do Departamento de Plásticos da instituição, a qual faz parte do conglomerado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), concederam entrevista à Plástico Industrial. Eles explicaram como o curso “Técnico em plásticos” é ministrado e comentaram sobre o conteúdo, além de sua grade curricular e atividades típicas.

 

De acordo com os entrevistados, o curso – com modalidade B: Concomitância externa – é realizado nos períodos matutino e noturno, e tem duração de dois anos. Outro fator comentado pelos professores é que o curso abrange a realização de estágio com duração de 320 horas. Wolney fez um breve panorama no que diz respeito aos objetivos do curso, enfatizando a capacitação na área dos plásticos: “Nossa ideia é formar profissionais que tenham conhecimentos sobre, por exemplo, o setor químico e o de processamento de materiais, neste caso, os polímeros”.

 

Vanessa disse que o Cotuca realiza um processo seletivo e comentou sobre alguns requisitos referentes ao ingresso no curso Técnico em plásticos: “Os candidatos têm de ter concluído pelo menos o primeiro ano do ensino médio, ou estar matriculado em outra escola, a partir da segunda série, no ano de ingresso no Colégio Técnico de Campinas”.
 

 

Conteúdo do curso

 

Dois módulos compõem o curso “Técnico em plásticos”. No primeiro, os alunos têm acesso a conteúdo centrado nos materiais plásticos e em processos de fabricação. Conforme explicou Vanessa, “a duração do módulo 1 é de 600 horas, e após a conclusão deste o aluno já obtém a capacitação em assistência em processos que envolvem a fabricação de produtos plásticos”.

 

Sobre o segundo módulo, cuja carga horária é de 630 horas, os temas principais são as tecnologias de matérias-primas, fabricação de produtos plásticos e gestão de processos. Salientando a necessidade de atender aos requisitos do treinamento, Vanessa e Wolney disseram que os alunos, ao término dessa etapa, são orientados a participar de estágio supervisionado de 320 horas ou à realização de trabalho de conclusão de curso.

 

 

Para quem é o curso

 

Os professores entrevistados disseram que o curso sobre plásticos é recomendado para profissionais e iniciantes que atuam na indústria de transformação de polímeros, e também para estudantes que têm interesse em trabalhar em áreas ligadas a este setor. “Os alunos também podem conversar conosco sobre a troca de períodos mesmo que já estejam com o curso em andamento. Já tivemos casos, por exemplo, de alunos que solicitaram a troca de período, do noturno para o matutino, devido à troca de turno para o qual foram escalados nas empresas em que trabalhavam na ocasião”, concluiu Walney.

 

 

Próximo processo seletivo

 

Os interessados em ingressar no curso Técnico em plásticos do Colégio Técnico de Campinas em 2025 já podem buscar mais informações nesta página. A previsão da instituição é que no mês de outubro de 2024 seja realizado o processo seletivo para ingresso das turmas do próximo ano.

 

A agenda de cursos e eventos do setor dos plásticos você confere aqui. Em Artigos acadêmicos estão disponíveis trabalhos que abordam temas relacionados à indústria do plástico.

__________________________________________________________________

Assine a PI News, a newsletter semanal da Plástico Industrial, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria de plásticos. Inscreva-se aqui.

___________________________________________________________________

Imagens: Standret, Freepik.

 

Mais notícias:

 

Moldagem por injeção: instituto inicia projeto de IA

 

Blocos de plástico reciclado da Fuplastic foram usados na construção de aviário

 

#Cotuca #Unicamp #PlásticoIndustrial #CursoTécnico



Mais Notícias PI



Reciclar 50 toneladas de plásticos na Ásia é meta de empresas parceiras

A Acer e a Plastic Bank se uniram para coletar e destinar à reciclagem resíduos plásticos descartados incorretamente no litoral do Sudeste asiático.

16/05/2024


Curso híbrido terá embalagens plásticas como tema

Treinamento será realizado simultaneamente em ambiente digital e presencial no Instituto de Tecnologia de Alimentos.

14/05/2024


Inundações no RS. Perdas ainda não mensuráveis para as indústrias.

Ainda é difícil avaliar os danos causados pelas cheias à indústria de transformação, mas é certo que a reconstrução será lenta e exigirá muita cooperação.

14/05/2024