A indústria de manufatura, que abrange o ramo de transformação de plásticos, está usando mais sistemas baseados em inteligência artificial (IA). Isso é o que apontou um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Automação – GS1 Brasil. Este é um dos dados constantes da última edição do “Índice de Automação do Mercado Brasileiro”, estudo realizado anualmente pela instituição.

 

Conforme apontado pela pesquisa, o índice de adoção de inteligência artificial em operações no chão de fábrica passou de 4% para 9% em 2022. Apesar disso, no que tange aos tópicos abordados no estudo, ainda existem desafios no setor, principalmente quando o assunto é a digitalização de processos produtivos e a otimização do uso de equipamentos e sistemas para gestão de operações.

 

Sobre este último tema, o estudo mostrou que 60% das empresas que colaboraram fornecendo dados contam com sistema ERP; no entanto, menos da metade delas usam, por exemplo, plataformas voltadas para a gestão de operações.

 

Incentivo ao uso de IA na indústria

 

Ações que visam incentivar o uso de IA no chão de fábrica passaram a ser difundidas em diversos setores e, inclusive, no setor de resinas plásticas. Um exemplo é a parceria formada entre o Centro de Inovação e Tecnologia da GS1 Brasil e a Infor, empresa especializada em softwares de gestão com sede nos Estados Unidos e escritório comercial em São Paulo (SP).

 

Trata-se de um convênio que tem como objetivo, de acordo com informações fornecidas à imprensa, a conscientização sobre os benefícios proporcionados pela modernização de parques fabris, trazendo a reboque os pontos positivos neste sentido, os quais estão relacionados ao aumento da competitividade, entre outros temas.


Waldir Bertolino, country manager da Infor, explicou: “A parceria com a GS1 Brasil pretende mostrar aos visitantes do Centro de Inovação os benefícios do uso de IA na automatização de processos como, por exemplo, redução do tempo de processamento de pedidos em até 30%”.

 

Virginia Vaamonde, CEO da GS1 Brasil, complementou dizendo que a ideia é transmitir conhecimento para quem busca “promover avanços na cadeia de suprimentos por meio da automação e de tecnologias inovadoras”. 

 

Nesta página e pelo endereço eletrônico https://www.gs1br.org/educacao-e-eventos/cit podem ser obtidas mais informações. 

 

Imagem: Freepik. 

 

Conteúdo relacionado:

 

Digitalização e sustentabilidade na fabricação de moldes

 

IA e machine learning para o chão de fábrica

 

Uso de IA no chão de fábrica será o foco de consultoria

 

#GSI #Infor #IA #PlásticoIndustrial



Mais Notícias PI



Automação de baixo custo é o foco da nova unidade da Igus no Brasil

A empresa alemã inaugurou um centro de automação em Joinville (SC) para promover a disseminação do uso de sistemas robóticos em tarefas industriais.

05/07/2024


Sumitomo-Demag inaugura centro de treinamento e tem nova agenda de cursos

Operação, programação e manutenção de injetoras elétricas fazem parte da grade de cursos que a fabricante de injetoras oferecerá nos próximos meses.

02/07/2024


Espectrômetro portátil analisa filmes multicamadas para fins de reciclagem

O trinamiX, da BASF, foi atualizado para fazer a identificação imediata de mais de 30 tipos de plásticos com base na espectroscopia de infravermelho próximo (NIR), para fins de reciclagem. Nova versão inclui filmes multimateriais.

25/06/2024