Hellen Souza, da redação

 

Produzir pequenas séries de peças ou um simples try out atualmente é um problema para muitas empresas de injeção de plásticos que a Sethi3D (Campinas, SP) procurou equacionar. A empresa está lançando a SIM (Sethi Inject Machine), uma injetora vertical automática de bancada, elétrica e pneumática, concebida para atender a projetos de manufatura de até dezenas de milhares de peças/mês, podendo já ser fornecida com  moldes validados e a um custo acessível.

 

Jean Andrade, diretor comercial da empresa, comentou que há uma determinada escala de produção que pode ser considerada a zona em que muitos projetos fracassam pela indisponibilidade ou inadequação do maquinário: “De 1000 a 10 mil peças/mês, por exemplo, é uma quantidade pequena para se processar em uma injetora convencional, mas muito grande para a impressão 3D. É onde muitos projetos morrem”.

 

Atendendo a pedidos

Este nicho de mercado não atendido levou a Sethi3D a desenvolver e fabricar a SIM, uma injetora de baixo consumo de energia que trabalha com moldes de alumínio ou de resina feitos em impressora 3D, fornecidos por ferramentarias parceiras da empresa. Os de resina ficam prontos e validados em poucos dias, porém, devido a características térmicas, possuem um tempo de ciclo mais elevado, reduzindo assim a produtividade e sendo assim recomendados para try out , validação de projetos, produções menores ou testes de produto no mercado. Já o ferramental de alumínio ou aço fica pronto e validado em aproximadamente 40 dias, resistindo à injeção por longos períodos de tempo. Os tempos de ciclo da máquina variam em função do tipo de peça e do número de cavidades, mas um valor de referência é o intervalo de 50 segundos para a moldagem de peças de até 5 gramas.

 

A alimentação de resina/polímero se dá a partir de um silo com capacidade inicial para quatro quilos e dosador automático. A injeção é feita por um cilindro pneumático, enquanto o fechamento do molde, com força de até 2 toneladas e controlado via software, ocorre por meio de rosca sem fim com acionamento totalmente eletrônico.

Com esses recursos, a máquina pode operar em turnos contínuos de 24 horas, apenas sob a supervisão do operador, que insere os dados no painel com tela sensível ao toque (touch screen). O equipamento dispõe de sensor de obstrução que interrompe a operação ao menor sinal de anormalidade e o seu preço inicial está em R$ 49.987,00.

 

Já foram testados na Injetora SIM os materiais polietileno (PE), polipropileno (PP), poliestireno (PS), poliestireno de alto impacto (PSAI), poliuretano termoplástico (TPU), acrilonitrila-butadieno-estireno(ABS), e poli(ácido láctico) (PLA).


 

No vídeo a seguir, o CEO da Sethi 3D, Marcelo Ribeiro, demonstra o funcionamento da injetora de bancada:

 

 

 

 

 

Um pouco de história

 

Jean Andrade explicou que a vocação da empresa tem sido a inovação desde o seu surgimento, no início dos anos 2000. Originalmente a Sethi sempre desenvolveu soluções em tecnologia para diversos segmentos como rastreadores, equipamentos para laboratório animal, automações em geral e impressoras 3D.

 

As impressoras 3D profissionais, fabricadas pela Sethi3D estão em todo território nacional, América do Sul, América Central, Europa e África. A empresa dispõe de uma rede de assistência técnica em diversas cidades do Brasil e suporte on-line sempre prontos para atender às necessidades dos clientes.

 

Hoje com 22 anos de mercado resolveu inovar mais uma vez, fabricando uma injetora automática nacional e de baixo custo e com produtividade, com a meta de tornar a injeção de plásticos acessível para todos.

 

 

 

Fotos: Sethi3D

 

Leia também:

 

Impressão 3D para fabricar ferramental rápido é tema de projeto

 

Delaminação de peças impressas em 3D é investigada por estudantes da Fatec

 

 



Mais Notícias PI



Injeção de plásticos assistida por gás

Wittmann desenvolve injetora que executa injeção assistida por gás e gera o próprio gás.

05/07/2024


Robô de 5 eixos para manipulação de produtos plásticos

Grupo francês desenvolveu um robô para automação de máquinas injetoras de até 900 toneladas de força.

05/07/2024


UCS realizará evento sobre materiais avançados em novembro

Eventos sobre tecnologia e novos materiais foram reorganizados tendo em vista a necessidade de reconstrução após as inundações que afetaram o Estado do Rio Grande do Sul.

04/07/2024