A Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas Plásticas e Afins (Adirplast) está relançando a campanha #EuTenhoÉtica, cujo intuito é promover um mercado mais justo, transparente e sustentável, como explicou Laercio Gonçalves, presidente da entidade: “Temos percebido um aumento no número de empresas que recorrem a práticas tributárias questionáveis para obter vantagens comerciais no mercado de varejo de resinas plásticas”.


 

Este fato explica o retorno da campanha, que foi lançada pela primeira vez em 2018. O executivo ainda alertou que “manobras que incluem sonegação de impostos e uso de empresas de fachada para redução de custos, são antiéticas, além de ilegais”. Além disso, disse que embora possam parecer benéficas para alguns, tais práticas têm um profundo impacto negativo tanto no mercado quanto na sociedade como um todo.


 

Rafael Prado Moraes, da Petropol Polímeros, um dos idealizadores da campanha, considera que uma das consequências mais evidentes da falta de ética nos negócios é a prática de concorrência desleal. “Empresas que adotam operações tributárias questionáveis acabam obtendo uma vantagem competitiva injusta em relação às que operam de maneira ética. Isso cria uma competição desigual no mercado de varejo de resinas plásticas, prejudicando quem busca agir de forma responsável e transparente”, comentou.


 

Moraes reforça que não são apenas as empresas que sofrem com a má conduta de alguns empresários: “Empresas que buscam reduzir custos de qualquer maneira podem adotar práticas que afetam negativamente o meio ambiente ou violam direitos trabalhistas, gerando assim impactos sociais e ambientais”.


 

James Tavares, da SM Resinas, diz que campanhas como essa são essenciais no mundo dos negócios. “Nós apoiamos a campanha “#EuTenhoÉtica”. Sua importância está diretamente ligada ao nosso propósito, que não é somente de êxito financeiro, mas também de contribuir com a geração de empregos e com a melhoria da sociedade por meio do pagamento de impostos e do respeito às leis dos países em que operamos”, enfatizou.


 

O presidente da Adirplast, diz que cultivar uma cultura de ética nos negócios deveria ser praxe em qualquer empresa: “A integridade é a base fundamental para o crescimento sustentável, para a confiança mútua entre as organizações e para o progresso do país”. Ainda segundo Gonçalves, é apenas através de práticas empresariais éticas, justas e corretas que podemos construir uma economia forte e que beneficia a todos os cidadãos. “Juntos, devemos estabelecer um padrão digno de conduta, inspirando empreendedores a alcançar sucesso com integridade, respeito e responsabilidade”, finalizou.


 

Imagem: Adirplast


 


 

Leia também:


 

Consultoria lança relatório mensal de preços de resinas


 

Parceria no setor de resinas unifica a oferta de compostos e especialidades


 


 



Mais Notícias PI



Injetora híbrida com força de 1.800 kN

Arburg vai expor injetora híbrida e com menor consumo de energia.

23/07/2024


Fabricante de embalagens se prepara para possível nova seca em Manaus

Antevendo desafios logísticos, a Extrusa Pack vai estocar matéria-prima em suas unidades na região Sudeste e é parceira na implantação de um posto de distribuição no AM.

23/07/2024


Centro técnico da Engel passa a ser equipado com injetora de alta capacidade

A fabricante austríaca de injetoras ampliou o seu centro técnico com a instalação de uma injetora de 55.000 kN de força de fechamento, desenvolvida com foco nas necessidades da indústria automobilística.

23/07/2024