As atividades do ramo de reciclagem de plásticos também foram afetadas pela pandemia da Covid-19 e o receio de contágio pelo contato com materiais pós-consumo e/ou pós-industrial é um dos fatores que está prejudicando a oferta de polímeros para reciclar, conforme apontado por uma pesquisa realizada recentemente por Plástico Industrial.

 

Tomra lança máquinas de triagem de plásticos descartados

 

Frente ao atual contexto, a automatização de algumas etapas do processo de reciclagem de plásticos como, por exemplo, implementação de sensores, sistemas de monitoração e equipamentos robóticos capazes de realizar a separação/seleção de resíduos, é um caminho que pode contribuir para a continuidade dos trabalhos, assim como para o impedimento do aumento do índice de contágio causado pelo novo coronavírus.

 

No início deste mês, a empresa Tomra Sorting Recycling, com sede na Noruega e subsidiária brasileira em São Paulo (SP), lançou novos modelos da sua linha de equipamentos voltados para a triagem de materiais plásticos Autosort. A série consiste em máquinas compactas configuradas com sensores os quais podem detectar a presença de polímeros com diferentes características e transmitir informações provenientes desse processo para sistemas de processamento de dados e de interconectividade de ativos que compõem linhas de produção que operem por meio de ambientes virtuais.

 

Além disso, os novos modelos são equipados com um sistema de iluminação que consegue manter o nível normal de consumo de energia elétrica mesmo se for requerida uma intensificação da luminosidade nas linhas de produção. As máquinas serão comercializadas em versões com comprimento de 7.400 mm e largura de 1.800, 2.800 ou 3.600 mm, as quais apresentarão esteira com comprimento de 5.000 mm. O corredor da esteira não possui fechamento. As máquinas da linha apresentam peso que varia de 190 a 300 kg.

 

Trabalhamos em estreita colaboração com nossos clientes e integradores de linhas para garantir que nossos produtos atendam aos requisitos exigidos pelos clientes finais. Nosso novo sistema Autosort possui sensores versáteis e software inteligente, que permitirão atender às demandas de toda uma série de aplicações de seleção atuais e futuras”, disse Fabrizio Radice, vice-presidente comercial e de marketing global da empresa.

 

Por causa das medidas de segurança para combater a disseminação da Covid-19, o lançamento dos equipamentos foi feito por meio de plataformas digitais. Segundo informações da companhia, um braço robótico que poderá operar em trabalhos de triagem de materiais será lançado oficialmente nos próximos meses.

 

Mais informações a respeito das novas máquinas podem ser obtidas aqui. Ainda não há previsão do início da comercialização desses produtos no Brasil.

 

Foto: Tomra

 

Conteúdo relacionado:

Um mapa da reciclagem de plásticos no Brasil

Tratamento de plásticos reciclados permite remoção de odores

 

#Tomra #Novasmáquinas #Reciclagem #Plásticos #Covid-19



Mais Notícias PI



Nova direção na Chem-Trend

Empresa anunciou que John Lundin passou a ocupar o cargo de presidente e CEO.

09/04/2024


ICIS atualiza sua base de dados de reciclados

Prestadora de serviços de análise de mercado de petroquímicos passa a ter em sua base de dados os reciclados obtidos por via química e mecânica

09/04/2024


Kuhne na NPE. Filmes com barreira, mas facilmente recicláveis.

A empresa alemã terá como um de seus destaques na feira NPE, que acontece nos Estados Unidos, suas linhas de máquinas para extrusão de filmes retráteis.

09/04/2024