A Maximu’s Embalagens (Ribeirão Pires) está direcionando esforços para a reciclagem de sobras de plásticos provenientes de seus processos produtivos. Recentemente, a empresa adquiriu uma extrusora com capacidade para processar mensalmente cerca de 22 toneladas de aparas de plástico bolha.

Companhia brasileira quer investir em reciclagem e energia limpa

O material excedente passou a ser reciclado em sua planta fabril, trabalho que anteriormente era realizado por terceiros, e reinserido na fabricação de novos produtos. As aparas, de polietileno (PE), são convertidas em resinas recicladas que são usadas na produção de filmes. Esses, por sua vez, são transformados em plástico bolha e outros produtos.

 

Em comunicado à imprensa, foi informado que a extrusora passou por adaptações, o que foi feito de forma a facilitar a reciclagem das aparas de polietileno. Também foi divulgado que o investimento na reciclagem de plástico bolha já é maior que R$ 1 milhão. 

 

 A empresa pretende investir mais em sua planta fabril voltada para a reciclagem de plásticos, e planeja adquirir sistemas de geração de energia limpa como, por exemplo, energia fotovoltaica, em 2023. 

 

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4824-6500.

 

 

Imagem: Pixabay

 

 

Leia também:

 

Reciclagem de flexíveis: um desafio que vale a pena

 

Programa de reciclagem de geladeiras e freezers

 

#MaximusEmbalagens #Reciclagem #EnergiaLimpa #PI



Mais Notícias PI



Quadro de bicicleta de plástico reciclado é lançado na Alemanha

A Igus e a Advanced Bikes desenvolveram um quadro de bicicleta fabricado por injeção. Ele é feito em uma peça única, sem soldas, e é composto por plásticos de alto desempenho reciclados e fibras de carbono.

16/07/2024


Medição on-line assegura a qualidade do material durante o processamento

Fabricante suíça de instrumentos de medição desenvolveu um viscosímetro com módulo de medição que analisa polímeros fundidos durante a extrusão.

16/07/2024


Banco de dados reúne informações sobre plásticos recicláveis

Pesquisadores dos Estados Unidos criaram um banco de dados com informações sobre caracterização de polímeros que deve servir como base para estudos sobre a reciclagem de plásticos.

17/07/2024