A Braskem inaugurou esta semana o seu Centro de Desenvolvimento de Embalagens para a Economia Circular, denominado Cazoolo. Localizado em São Paulo (SP), o espaço foi criado com a proposta de ser um centro de inovação onde serão desenvolvidos, testados e implementados projetos tendo em vista o ciclo de vida das embalagens, desde a sua concepção até o pós-consumo. Trata-se de mais uma ação da empresa em seu propósito de atuar na promoção da reciclagem de materiais, que incluiu recentemente a aquisição de participação majoritária na recicladora Wise Plásticos (veja detalhes ao final desta matéria).

 

Também definido como um laboratório de desenvolvimento de novas embalagens de forma colaborativa, o centro estará aberto ao estabelecimento de parcerias com as grandes marcas de produtos (brand owners), designers, start ups, universidades, institutos de pesquisa, associações, indústria de transformação de plásticos e empresas que coletam e reciclam materiais plásticos. O objetivo é partilhar experiências e conhecimento visando à criação de embalagens tendo em vista a sua reciclagem e o seu reuso, ou seja, a circularidade.

 

Design for Environment (DfE)

 

Para a fase de discussão e criação, o centro dispõe de espaços de co-working adaptados para promover a integração entre os participantes, além de oferecer recursos e equipamentos para simulação e prototipagem de novos produtos e mensuração dos resultados obtidos com base em informações técnicas e científicas a respeito dos materiais e processos empregados. 

Yuri Tomina, líder do Cazoolo, informou que a filosofia da equipe envolvida é a do projeto de embalagens tendo em vista o seu impacto ambiental (design for environment). Entre esses princípios está a criação de embalagens monomaterial, que simplificam o trabalho de triagem e reciclagem. 

Na ocasião da inauguração foram divulgados alguns exemplos desse tipo de projeto, tais como os frascos para cosméticos criados em parceria com a transformadora Wista, os quais possuem corpo e tampa no mesmo material, o polietileno, o que é pouco comum, tendo em vista o predomínio do polipropileno como material para a fabricação de tampas.

“O Cazoolo é o primeiro hub de inovação gratuito com foco no desenvolvimento de embalagens circulares do Brasil. A Braskem quer reunir todos os elos da cadeia produtiva a fim de reduzir impactos ambientais, potencializar inovações com tecnologia e criar soluções sustentáveis a partir do plástico”, comentou Yuri.

 

Recursos

 

O Cazoolo está instalado em um espaço de 450 metros quadrados, contendo espaço para criação com salas modulares, prateleiras que simulam gôndolas de supermercado e um mini auditório para apresentações de projetos. Conta com quatro impressoras 3D por deposição de filamento (FDM) e três que operam por estereolitografia (SLA), além de câmara de raios UV para cura dos protótipos e lavadora para o seu pós-processamento. 

Uma impressora plotter está disponível para testes de impressão das embalagens flexíveis, assim como uma seladora a vácuo e uma termoformadora laboratorial que pode ser usada para validar projetos de embalagens a serem fabricadas por este processo. 

O conjunto de recursos permite criar protótipos rígidos e flexíveis, tanto visuais quanto funcionais. Nas impressoras por FDM podem ser usados filamentos de PP, PLA, resina reciclada (PCR) e também o polietileno à base de etanol da Braskem, do portfólio I’m Green. Há também uma equipe interdisciplinar capacitada em áreas como sustentabilidade, design, metodologias ágeis, materiais e processos de produção. “Em um dos programas que executamos, tendo o briefing definido, levamos de três a cinco dias para fazer o sprint de design e ter um ou dois conceitos de embalagens já prototipados”, explicou Yuri.

 

Desenvolvimento colaborativo

 

Durante a apresentação do projeto, os profissionais do Cazoolo enfatizaram que toda a cadeia de desenvolvimento, fabricação e reciclagem de embalagens está convidada a colaborar, levando ao centro questões, desafios e também propostas que visam ao cumprimento de compromissos com a circularidade de suas embalagens. 

O hub já possui algumas soluções de embalagens desenvolvidas e disponíveis para o mercado, como o stand up pouch monomaterial criado em parceria com a fabricante Antilhas, a bisnaga monomaterial desenvolvida em parceria com a C-Pack e a solução monomaterial em BOPP que substitui embalagens multicamada, desenvolvida em parceria com a Vitopel.

 

Centro é parte de um projeto maior

 

A inauguração do Cazoolo representa mais uma fase das iniciativas da Braskem em prol da economia circular na cadeia de plásticos, que tem como meta para 2030 a produção de 1 milhão de toneladas de resina incorporando conteúdo recuperado. A meta intermediária é de 300 mil toneladas já em 2025. Entre as iniciativas anteriores estão a parceria com a Tecipar (Santana de Parnaíba) para a reciclagem mecânica de embalagens e a planta de reciclagem química (ou reciclagem avançada) desenvolvida em conjunto com a Valoren (Indaiatuba, SP), com capacidade de processamento de 14.000 toneladas/ano, pelo processo de pirólise.

 

 

Participação na Wise Plásticos

 

A mais recente investida da empresa foi a aquisição de participação societária na Wise Plásticos (Itatiba, SP), que atua na reciclagem mecânica. A Braskem anunciou ontem a compra de 61,1% do capital social da recicladora, desembolsando um valor estimado em R$ 121 milhões, que financiarão a duplicação da capacidade produtiva da Wise. A transação ainda está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE, a autoridade antitruste brasileira.

Após a aprovação da aquisição, a Wise seguirá com governança própria, equipe de gestão e foco em atender às necessidades de seus clientes atuais e futuros, passando a contar, no entanto, com o apoio e potenciais sinergias propiciadas pela entrada da Braskem na estrutura societária.

A Wise é um importante player na reciclagem de poliolefinas e fornecimento para companhias de bens de consumo, que opera no setor há cerca de 15 anos e possui hoje capacidade nominal para processar cerca de 25 mil toneladas de resíduos plásticos por ano.


 

Fotos: Braskem/Cazoolo


 

Conteúdo relacionado:

 

Características dos processos mecânico e químico de reciclagem

 

Possibilidades de reciclagem mecânica de embalagens com múltiplas camadas


 

#Braskem #Cazoolo



Mais Notícias PI



Sucesso no reaproveitamento de embalagens de defensivos agrícolas

O Dia Nacional do Campo Limpo, que apresenta os resultados do programa de reaproveitamento de embalagens de defensivos agrícolas, celebra a destinação correta a 680 mil toneladas de itens desde o início do programa, em 2002.

16/08/2022


Logística reversa é tema de manual

Publicação que aborda temas ligados à reciclagem de resíduos e sustentabilidade está disponível para download gratuito.

11/08/2022


Aumenta a demanda por resinas recicladas e empresas investem em novos equipamentos

Levantamento exclusivo da Plástico Industrial mostra que 77% dos recicladores registraram aumento de demanda após a pandemia e 58% deles têm intenção de comprar novas máquinas para atender a esse dinâmico mercado.

08/08/2022