A Actplus, empresa do grupo Activas (Cotia, SP), está organizando a oferta de plásticos de engenharia compostos sob medida, de forma que eles passarão a ser modificados e coloridos de acordo com as necessidades de projeto de cada cliente.

Dedicada ao fornecimento dos materiais de engenharia do portfólio da Activas, a Actplus vai passar a fornecer os compostos modificados e coloridos sob especificação, assim como lotes sob medida, levando em conta inclusive os diferentes valores agregados de cada formulação, com ênfase nos compostos de poliamida (PA).

 

O novo negócio, também chamado de “boutique de plásticos”, vai contar com infraestrutura e assistência técnica especializadas, baseadas no parque fabril e no pessoal qualificado já disponíveis na empresa.

 

Entre as possibilidades de modificação dos polímeros estão a adição de fibra de vidro e cargas funcionais como talco – que possibilita ajustes dimensionais para obtenção de mais leveza e menos massa nos compostos – , grafite – que confere mais resistência à hidrólise e melhor desempenho para produtos que necessitam de boas características de deslizamento –  e EPDM, que atua como modificador de impacto.


 

Foto: Actplus


 

Conteúdo relacionado:

 

Aumenta a demanda por pigmentos brancos para plásticos e revestimentos

 

Solvente “verde” é usado na produção de bioplásticos



 

#Actiplus   #compostosdePA

 



Mais Notícias PI



Mobilidade elétrica baseada na combinação de materiais

Consórcio formado por empresas dos setores automotivo e de engenharia mecânica desenvolveu uma carcaça de bateria para automóveis elétricos que combina resina epóxi processada por SMC e alumínio, alcançando maior resistência e menor peso para o componente.

27/04/2022


Em boa hora: relógio feito com peças de bioplástico

A japonesa Casio anunciou uma nova linha de relógios com componentes feitos de bioplástico proveniente de biomassa e quer usar materiais sustentáveis no projeto de outros modelos no futuro.

19/04/2022


Plástico no motor? Engrenagem de PEEK é utilizada em sistema de transmissão

Empresa alemã desenvolve grade de PEEK para engrenagens de transmissão com compensador de massa, que pode substituir componentes de metal.

28/03/2022