A Mattel, fabricante norte-americana de brinquedos (com subsidiária em São Paulo, SP), estabeleceu o compromisso de que, até 2030, 100% de seus produtos e de suas embalagens sejam fabricados com materiais plásticos reciclados, recicláveis ou de base biológica (bioplásticos).

Pirâmide de argolas fabricadas com bioplástico

Após a criação de um conselho ambiental próprio chamado Environmental Sustainability Council, a inovação de materiais foi uma das primeiras diretrizes adotadas pela companhia. Como parte do plano, a Mattel lançou recentemente a Pirâmide de Argolas e o Baby First Blocks (conhecidos brinquedos de empilhar e encaixar blocos, respectivamente), ambos sob a marca Fisher-Price, fabricados com plástico proveniente de cana-de-açúcar. Ou seja, reciclável e de fonte renovável. Com isso, a empresa pretende facilitar a recuperação e o reaproveitamento do material no final da vida útil do brinquedo.

 

Além desses desenvolvimentos, a Mega (outra marca pertencente a Mattel) lançou três novas linhas de conjunto de blocos de construção também fabricadas com polímero obtido da cana-de-açúcar. O vídeo sobre esse desenvolvimento pode ser assistido a seguir.

 

MEGA Designers Talk Sustainability (2020)

 

Também como parte dessas medidas, a Mega anunciou uma parceria com a recicladora TerraCycle, que reciclará gratuitamente produtos Mega Bloks, Mega Construx e outros brinquedos classificados como “não eletrônicos” da marca para criar novos produtos, no Canadá.

 

Blocos da MEGA feitos de bioplásticoPor meio do programa de reciclagem de blocos e tijolos (Blocks and Bricks Recycling Program) os consumidores canadenses podem enviar brinquedos da companhia para serem reciclados gratuitamente. Para participar, basta o cliente se inscrever na página do programa no site da TerraCycle e depois enviar os blocos usando uma etiqueta pré-paga que pode ser impressa em casa. Uma vez coletados, os blocos serão limpos, fundidos e remoldados para a produção de novos produtos como itens de playgrounds, mesas de piquenique, bancos de parque entre outros.

(Fotos: Divulgação Mattel)

 

Conteúdo relacionado

Resina biodegradável é desenvolvida no Brasil

Plástico infinitamente reciclável

 

#bioplastic #mattel #blocksandbricksrecyclingprogram

.

 



Mais Notícias PI



Sachês pós-consumo transformados em itens esportivos

Projeto que integra a Boomera e a marca Nescau resultou na reciclagem de resina pós-consumo, proveniente de embalagens flexíveis, em itens esportivos, os quais foram doados a organização beneficente.

14/01/2022


Empresa supera sua meta de uso de material reciclado

A SC Johnson superou sua meta de uso de 15% de plástico reciclado em suas embalagens quatro anos antes do previsto e, agora, quase dobra a aposta para usar 25% até 2025.

12/01/2022


Manufatura aditiva e resina reciclada: as tendências no segmento de sopro

Pesquisa no ramo de transformação de plásticos por sopro apontou que mais de 70% das empresas usam manufatura aditiva (impressão 3D) para complementar seus processos produtivos, e mais de 60% utilizam resinas recicladas para fabricar seus produtos.

06/12/2021