Um novo centro de pesquisas voltado para o desenvolvimento de materiais avançados baseados em grafeno, resultado de uma parceria entre a Gerdau Graphene e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), iniciou suas atividades oficialmente em São Paulo (SP).

 

O posto de estudos chamado de Centro de Materiais Avançados em Grafeno e Novas Aplicações Tecnológicas do IPT (CIGraph) terá em seu escopo técnico o desenvolvimento de resinas plásticas com propriedades melhoradas a partir da adição de grafeno em sua composição, e a aplicação desses materiais em processos industriais. 

 

Grafeno será tema de pesquisas a serem realizada em um novo instituto inaugurado em São Paulo

 

Isso abrangerá a condução de pesquisas que visem ao desenvolvimento de materiais com boas propriedades como resistência mecânica e térmica, barreira à ação de gases e líquidos, além de alta capacidade de degradação em caso de descarte incorreto, assim como propriedades que levem à inativação de microrganismos causadores de doenças. 

 

Foi informado por meio de um comunicado à imprensa que, além de polímeros, a unidade atuará em pesquisas sobre lubrificantes e outros materiais. Segundo Adriano Marim de Oliveira, diretor de operações do IPT, “essa parceria representa um importante passo na geração de novos produtos nanoestruturados, trazendo ganho de maturidade tecnológica para as aplicações do grafeno no Brasil”.


Complementando, Alexandre de Toledo Corrêa, diretor-geral da Gerdau Graphene, disse que “a parceria é estratégica na consolidação desse objetivo. Nesse sentido, nada melhor do que contar com um espaço para a troca de experiências e a aceleração da formação de técnicos, mestrandos e doutorandos que serão nossas próximas gerações de experts em nanomateriais”.

 

Ainda de acordo com as entidades, o investimento destinado a esse projeto girou em torno de R$ 6,9 milhões.

 

 

 Imagem: Pixabay

 

 

 

Leia também:

 

Iniciativa dedicada ao aprimoramento de resinas recicladas pós-consumo

 

Guia de fornecedores de Compostos e blendas termoplásticas no Brasil

 

#Grafeno #Plástico #Pesquisa #PI

 


 



Mais Notícias PI



Gestão da eficiência energética na intralogística do chão de fábrica

Sistema digital calcula o consumo de energia de empilhadeiras elétricas usadas para movimentar moldes e big bags.

30/06/2022


Inscrições abertas para graduação gratuita na área de plásticos

Curso de nível superior sobre desenvolvimento de produtos plásticos terá inscrições até julho.

30/06/2022


Alimentador para extrusoras tem nova versão

Equipamento pode aumentar o rendimento da reciclagem de grânulos plásticos com densidade inferior a 200 kg/m³.

28/06/2022