A alemã EOS – fornecedora de tecnologias para impressão 3D industrial de metais e plásticos – anunciou o lançamento de uma nova rede de produção de ponta a ponta de itens impressos em 3D, que busca oferecer manufatura aditiva (MA) em larga escala e com altos índices de qualidade, projetada para conectar empresas e parceiros selecionados e certificados, de todos os tamanhos.

 

 

Para se tornar um parceiro nessa rede, as empresas passam por um processo de certificação em que os recursos de ponta a ponta são os principais critérios, incluindo desde o projeto da peça até a otimização do projeto para MA, recursos de fabricação, pré e pós-processamento, incluindo tratamento de superfície, garantia da qualidade, e montagem para criar peças finais de alta qualidade em série.

 

Sendo assim, as empresas que passam a fazer parte da nova rede têm um alto índice de conhecimento dos requisitos de produção e elevada qualidade em série, comprovada em todas as etapas. Isso permite que empresas que estão em busca de um parceiro realizem a manufatura aditiva em escala industrial e em uma ampla gama de indústrias, com a capacidade de obter ganho de escala ainda maior.

 

De acordo com a companhia, a fabricação de produtos impressos em 3D em larga escala pode ser uma experiência exigente, principalmente quando se trata de empresas que trabalham em uma indústria certificada ou que desejam uma produção de alto volume que não comprometa a qualidade do produto final ou sua distribuição global. Uma vez identificada a solução de MA certa, um dos obstáculos pode ser encontrar o método de fabricação correto e decidir como organizar a produção das peças.

 

Pensando nisso, a EOS permite que as empresas identifiquem a melhor estrutura e tecnologia, mas também as consulta sobre produção interna versus produção externa. Se um dos parceiros de produção for a melhor escolha, há outras considerações importantes. As empresas não precisam apenas de parceiros que estejam solidamente posicionados e possam produzir peças impressas em 3D de alta qualidade em escala, mas que também compartilhem o compromisso do cliente final de criar o produto certo e levá-lo ao mercado.

 

Segundo Markus Glasser, vice-presidente sênior da EOS, “a companhia entende os requisitos do mercado para a produção em série. Com esta rede queremos criar valor a ambas as partes envolvidas – àqueles que oferecem serviços de fabricação e àqueles que o procuram. Isso eliminará grande parte da complexidade e do risco de escolher um parceiro de fabricação para negócios de produção em série, com os designs de produtos mais inovadores. Eles poderão levar produtos ao mercado mais rapidamente, usando a mais recente tecnologia de impressão 3D de última geração, e aproveitar a experiência e o know-how da indústria vertical dentro da rede”.

 

Os parceiros da rede de produção poderão ajudar outras empresas a mitigar riscos e avançar rapidamente para a produção final de peças em série em grande escala. Os membros poderão trazer seus conhecimentos de uma variedade de tecnologias de fabricação para ajudá-los a acelerar a produção, garantindo padrões de qualidade em todos os aspectos e dando suporte à produção de ponta a ponta.

(Foto: EOS)

 

Conteúdo relacionado:

Termoplásticos com fibra de carbono impressos em 3D e em larga escala

Fabricante de injetoras inaugura divisão de manufatura aditiva



Mais Notícias PI



Impressora 3D é divulgada em feira

Equipamento conta com câmara ativamente aquecida e pode processar materiais como PA e PC.

24/05/2022


Manufatura aditiva para reciclagem de plásticos

Livro fornece uma discussão abrangente sobre os avanços na manufatura aditiva tendo como matéria-prima o plástico reciclado.

12/05/2022


Filamento de PHA para impressão 3D

Empresa holandesa adiciona ao seu portfólio uma linha de filamentos feitos de poli(hidroxialcanoato) (PHA), um biopolímero com boa resistência térmica e possibilidade de biodegradação.

27/04/2022