Foi lançada durante a Mercopar 2021, Feira de Inovação Industrial, realizada em Caxias do Sul (RS), uma linha especial de crédito exclusiva para apoiar projetos relacionados ao grafeno. A ação resultou de uma parceria entre as instituições financeiras Sicredi Pioneira e Sicredi CooperUCS, e vai financiar projetos de pesquisa e desenvolvimento envolvendo o material.

 

 

Para a concessão de crédito, o projeto precisa ter sua viabilidade aprovada pela UCSGraphene, planta de produção, caracterização e aplicação de grafeno da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

 

A Linha de Investimento em Grafeno oferece crédito financeiro a uma taxa de 0,29% ao mês + CDI, e o empréstimo pode ser quitado em até 60 meses, sendo 12 de carência para o pagamento da primeira parcela. Para ter acesso aos valores, o proponente precisa ser associado a uma das duas cooperativas ou atuar em uma das 21 cidades da área de abrangência da Sicredi Pioneira.

 

Considerado o material do futuro até alguns anos atrás, o grafeno é hoje um insumo praticamente consolidado e disponível para testes em diferentes aplicações, sobretudo no desenvolvimento de compósitos poliméricos, que podem adquirir um pouco das suas excepcionais propriedades térmicas, mecânicas e elétricas a partir da adição de pequenas frações.

 

O evento de lançamento da linha de crédito, durante a abertura da Mercopar, contou com a participação do reitor da UCS, Evaldo Antonio Kuiava. Em um painel, o coordenador da UCSGraphene, Diego Piazza, explicou o funcionamento da planta de produção, caracterização e aplicação de grafeno da Universidade de Caxias do Sul (UCS), e mostrou alguns dos produtos que já estão em desenvolvimento na unidade.

 

Imagem: CoolVid/Pixabay


 

Conteúdo relacionado:

Grafeno estará em discussão no início de novembro

Masterbatch com nanotubos de carbono disponível no mercado brasileiro

 

#UCSraphene #grafeno



Mais Notícias PI



Grafeno estará em discussão no início de novembro

Evento online vai tratar das aplicações do material em diferentes setores da indústria. Leitores da Plástico Industrial terão desconto em sua inscrição.

14/10/2021


Masterbatch com nanotubos de carbono disponível no mercado brasileiro

Teores variados do nanomaterial podem conferir características como dissipação eletrostática a peças moldadas com as formulações.

14/10/2021


Empresa investe na produção de telhas fotovoltaicas feitas com plástico reciclado e grafeno

A Telite disponibilizará telhas para residências, comércio e indústria feitas de PEAD reciclado contendo pastilhas fotovoltaicas com grafeno. Projeto ainda prevê a utilização de grafeno diretamente no plástico, via masterbatches.

14/10/2021