O uso de plásticos na fabricação de autopeças há muito tempo contribui para a redução do peso de veículos de diversas categorias. Esse tipo de aplicação faz com que eles apresentem melhor autonomia e, consequentemente, permite a redução da emissão dos poluentes que geram.

Material composto de plásticos e fibras é nova opção para a indústria automobilística

E em se tratando do desenvolvimento de materiais que atendam aos requisitos atualmente impostos pelo segmento automobilístico, a criação de formulações compostas por polímeros mais fibras naturais e sintéticas se mostra uma alternativa interessante para a fabricação de, por exemplo, revestimentos para interiores de automóveis.

 

Isso foi feito pela empresa Artecola, situada no município de Campo Bom (RS), que lançou recentemente a linha de materiais poliméricos Ecofibra Híbrido. Os produtos dessa série possuem cadeia polimérica formada por fibras naturais e são fornecidos em formato de placas confeccionadas por extrusão.

 

 

De acordo com a companhia, o material possui menor espessura e propriedades mecânicas superiores em relação a produtos similares, além de serem 100% recicláveis. Pablo de Oliveira, gerente do departamento de negócios de extrusão da empresa, falou sobre o potencial do novo grade polimérico para substituir materiais tradicionalmente usados para fabricar veículos.

 

“O Ecofibra foi uma grande ruptura em materiais para o interior de veículos, substituindo barras metálicas na estruturação de peças que tiveram até 23% de redução de peso e até 50% menos componentes”. O executivo também mencionou que, “Ele é produzido por extrusão em equipamentos de dupla rosca, o que possibilita a entrega de uma mistura perfeita entre as matérias-primas, e um produto final com propriedades diferenciadas”.

 

À formulação das placas são adicionadas de 45 a 55% de fibras, dependendo da versão comercializada, o que lhes confere uma resistência à flexão que é 200% superior à referente a outros produtos desse tipo. Outras propriedades do novo grade são 100% de elasticidade na flexão e índice de resistência térmica cerca de 20% maior na comparação entre materiais atualmente fornecidos para as aplicações aqui abordadas.

 

“São vários atributos que contribuem para a produção de automóveis mais leves, que consumirão menos combustível e emitirão menos poluentes”, disse Eduardo Kunst, presidente-executivo da empresa. Segundo ele, o Ecofibra Híbrido pode ser usado na confecção de diversas partes do interior de automóveis como, por exemplo, painéis de portas, revestimento de tetos e de porta-pacotes, entre outros.

 

O uso das placas na fabricação de revestimentos e/ou peças permite a obtenção de produtos com baixa emissão de compostos voláteis (VOC). Os fornecedores também disseram que elas podem ser aplicadas em projetos de customização de veículos.

 

 

Mais informações podem ser obtidas aqui. A oferta de compostos e blendas termoplásticas fornecidas no Brasil pode ser consultada em nossos guias, que trazem também dados a respeito de aditivos e cargas, além de insumos e serviços para o segmento de plásticos.


 

 

Imagem: Exemplos de aplicação de um novo composto de polímeros mais fibras sintéticas e naturais que pode ser usado na fabricação de peças para interiores de veículos, desenvolvido pela Artecola.

 

 

Conteúdo relacionado:

Materiais do interior dos veículos passam a ser mais relevantes

Compostos para injeção ultrarresistentes

 

 

 

#Artecola #EcofibraHíbrido #MateriaisCompostos #Plásticos



Mais Notícias PI



Bioplástico para aplicação sob alta temperatura em motores

Instituto pesquisa como aplicar bioplástico como substituto aos materiais de origem fóssil em peças para compartimento do motor que são submetidas a altas temperaturas.

21/09/2021


Escadas em EPS, uma construção rápida e limpa

Sistema modular de construção de escadas oferece suporte estrutural e garantia de obras mais limpas, com componentes mais leves.

16/09/2021


Empresa lança grades para automóveis com até 29% de material reciclado

Grades de PP e PC/PET, todos com conteúdo reciclado, são voltados especificamente a aplicações na indústria automobilística.

08/09/2021