A Aperam South America, com escritório comercial em São Paulo (SP), pretende aumentar o índice de aproveitamento de sobras da produção de aços na fabricação de outros produtos.

 

Neste sentido, a empresa criou, conforme divulgado à imprensa, a “Gerência de economia circular”, um departamento que agora integra o seu conglomerado, e a partir daí vai trabalhar para aumentar o índice de reutilização de materiais provenientes da produção de aços, tais como rebarbas de bobinas, finos de minério, escórias, lamas finas e grossas.

 

De acordo com a companhia, atualmente, para cada mil quilos de aço produzidos em sua planta fabril, cerca de 1,2 tonelada de subprodutos é gerada. Além disso, o índice de aproveitamento desses materiais na fabricação de outros produtos é de 92%. Uma das metas da Aperam é aumentar este índice para 97% até 2030.

 

Também estão no escopo deste programa a otimização de processos produtivos, o uso de máquinas e equipamentos antigos em operações secundárias, a implantação de boas práticas para o uso de recursos e redução de custos, entre outros temas no que se refere ao engajamento de equipes que atuam no chão de fábrica e em outras áreas.

 

Glautiere Paiva Gomes, gerente da área de gerência de economia circular recém-criada, comentou: “Os recursos naturais estão cada vez mais escassos. Investir em circularidade é uma questão de sobrevivência do negócio e ainda pode ser lucrativo para a empresa”.

 

Um projeto que teve início com a parceria entre a Aperam e as empresa PH Intralogística e HpM – Hephaestus Metals Projetos e Equipamentos Ltda –, as quais, por meio de uma joint venture, integram a PH&HpM Tecnologias em Economia Circular, levou ao reaproveitamento de lama grossa – resíduo proveniente da produção de aço inoxidável – na produção de briquetes rico em material metálico, que podem ser usados na produção de aços. 

 

Ainda no que se refere aos trabalhos em andamento, Glautiere comentou: “Temos outros projetos em andamento envolvendo materiais que são mais difíceis de serem aproveitados. Para isso, trabalhamos junto às universidades, parceiros locais e com equipes que atuam no controle de processo da redução e da aciaria”.

 

O contato com a companhia pode ser feito pelo seu site. _________________________________________________________________________________

Assine a CCM Online, a newsletter quinzenal da Corte e Conformação de Metais, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria metalmecânica. Inscreva-se aqui.

_________________________________________________________________________________

 

Imagens: Aperam/Divulgação.

 

Mais notícias:

 

Monitoramento da produção acessível para pequenas e médias empresas

 

Ar comprimido super seco assegura melhor desempenho para o corte a laser

 

#Aperam #CorteConformaçãoMetais #EconomiaCircular



Mais Notícias CCM