As empresas suecas Vattenfall e SSAB iniciaram uma colaboração intensiva para converter a indústria siderúrgica para a produção de aço livre de combustíveis fósseis. Ambas encabeçam, desde 2016, a iniciativa Hybrit, que tem o objetivo de reduzir as emissões de dióxido de carbono na produção do aço.

 

A Vattenfall, especialista em energias renováveis, utiliza os aços de alta resistência em diferentes componentes para os seus projetos e deverá ter acesso ao aço livre de combustíveis fósseis da SSAB já no próximo ano, usando-os em aplicações como postes de eletricidade, usinas hidrelétricas, estruturas de ancoragem para turbinas eólicas onshore e partes de fundações para turbinas eólicas offshore.

 

A empresa exigirá de seus fornecedores que, a partir de 2030, pelo menos 10% do aço adquirido seja livre de combustíveis fósseis. A colaboração com a SSAB inclui a avaliação do ciclo de vida para calcular as emissões de CO2 ao longo da cadeia de produção e uso dos aços.

 

A Vattenfall e a SSAB estão entre os fundadores da First Movers Coalition, um consórcio de empresas que aproveitam o seu poder de compra para descarbonizar setores com elevados níveis de emissões de CO2. O novo acordo é consistente com o objetivo dessa coligação de adquirir uma maior quota de novas tecnologias que serão fundamentais para alcançar a neutralidade climática.


 

Fonte e foto: SSAB


 


 

Leia também:


 

Convênio para reaproveitar CO2 na produção de aços


 

Programa de eficiência energética para a indústria segue com inscrições



Mais Notícias CCM



Analisador portátil identifica ligas metálicas instantaneamente

Novos modelos de analisadores portáteis permitem a identificação de elementos de liga em metais de forma rápida e com recursos de conectividade.

15/07/2024


Conformação rotativa pode tornar viáveis as células a combustível

O Instituto Fraunhofer de Máquinas-Ferramenta e Tecnologia de Conformação (IWU) anunciou o desenvolvimento de um sistema rotativo para estampagem das finíssimas chapas metálicas usadas na montagem de placas bipolares que compõem as células a combustível. A novidade poderá reduzir os custos de produção dessas células, com impacto no mercado da mobilidade elétrica, tendo em vista que elas substituem as baterias.

15/07/2024


BMW inaugura estamparia de última geração para produzir carros elétricos

Estamparia com equipamentos de última geração foi inaugurada na unidade norte-americana da montadora alemã, criando mais de 200 novos empregos em áreas técnicas e operacionais.

01/07/2024