Uma linha de plásticos transparentes com barreira ao oxigênio e ao vapor d’água voltada para o acondicionamento de alimentos foi desenvolvida pela norte-americana Sealed Air. Denominados “Cryovac darfresh on board”, os filmes podem ser confeccionados com espessuras e dimensões diversas, conforme o tipo de aplicação para a qual serão destinados, o que inclui a determinação de suas propriedades mecânicas, térmicas e químicas.

 

O projeto dessas embalagens multicamadas visa atender requisitos de resistência às intempéries de ambientes de baixa ou média umidade e/ou de baixa temperatura, características que também possibilitam o seu uso em aplicações que requeiram a estabilização da temperatura de produtos com a do ambiente ao qual são submetidos. Elas são indicadas para o embalamento a vácuo de, por exemplo, queijos e carnes e de acordo com Alexandre Rodrigues, gerente de portfólio da empresa, permitem a selagem completa do alimento, e possuem sistema de abertura. Ele disse ainda que a utilização de composições específicas de resinas, além de uma base feita com material diferente do plástico, possibilita uma redução de aproximadamente 40% do uso de polímeros na fabricação das películas em comparação com embalagens tradicionais desse tipo.

 

A empresa pretende confeccionar filmes dessa categoria feitos a partir de plásticos reciclados e está aberta a parcerias para o desenvolvimento de embalagens reutilizáveis, programas de logística reversa e de conscientização sobre o descarte correto de resíduos, entre outros.

 

#filmeplastico #barreira #vacuo #plastic



Mais Notícias PI



Embalagens de transporte serão temas de curso on-line

O Instituto de Embalagens está promovendo um treinamento sobre embalagens de transporte, que segue com inscrições abertas.

16/07/2024


Embalagem de EPS atende e-commerce de bebidas

A Termotécnica desenvolveu uma embalagem de poliestireno expandido para o acondicionamento de garrafas com altura e diâmetro pequenos.

11/06/2024


Embalagens especiais fabricadas com sobras de plástico

Empresa da Região do Grande ABC investe no reaproveitamento de sobras de plástico para fabricar novas embalagens.

03/06/2024