A DEGRAD (Portão, RS), fornecedora de especialidades químicas para materiais plásticos, anunciou ter tido sucesso com a adição de dispersões de grafeno em formulações de polipropileno (PP) reciclado.


 

A empresa, que desenvolveu dispersões realizou testes com o objetivo de avaliar um composto de PP reciclado contendo 1 grama do produto DGD Graphtek® por quilo de material. Tulio Sérgio Fulginiti, diretor da empresa, explicou que a condição de dispersão facilita muito a aplicação do grafeno e faz com que ele interfira menos na cor do material: “Isso é muito importante, pois a maior parte do grafeno disponível é apresentado na forma de master preto, podendo interferir muito nas cores. A condição de aplicação, por sua vez, é uma simples adição sobre as resinas ou grânulos, seguida de mistura em um misturador padrão antes do alimentador, como se fosse um aditivo de fluidez ou de coloração”, comentou.

Nos testes, que foram documentados pela DEGRAD, foi constatado um aumento do índice de fluidez do material contendo grafeno, de 19,48 para 24,40 g/10 min, em comparação com o material reciclado não aditivado.

 

Outras propriedades analisadas foram a tensão até a ruptura, que subiu de 7 ± 0,4 no material original para 10,96 ± 0,07 MPa no material aditivado; o alongamento até a ruptura, que passou de 60 ± 10,45 para 102,3 ± 4,032%, e a perda por abrasão, que caiu de 48 ± 3,45 para 32± 1,44 gramas.

 

 

Os resultados dos testes, realizados sob condições e com equipamentos padronizados, mostraram que a adição das dispersões de grafeno atuaram melhorando propriedades do material reciclado. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail tulio@degrad.com.br. Tel. (51) 9 9898- 8520.

 

 ______________________________________________________________________________________

Assine a PI News, a newsletter semanal da Plástico Industrial, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria de plásticos. Inscreva-se aqui.

______________________________________________________________________________________


 

Imagem: Shutterstock


 


 

Leia também:


 

Grafeno torna filamentos de PLA mais resistentes e condutivos

 

Grafeno aument a resistência de filmes plásticos

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



Mais Notícias PI



Injetora híbrida com força de 1.800 kN

Arburg vai expor injetora híbrida e com menor consumo de energia.

23/07/2024


Fabricante de embalagens se prepara para possível nova seca em Manaus

Antevendo desafios logísticos, a Extrusa Pack vai estocar matéria-prima em suas unidades na região Sudeste e é parceira na implantação de um posto de distribuição no AM.

23/07/2024


Centro técnico da Engel passa a ser equipado com injetora de alta capacidade

A fabricante austríaca de injetoras ampliou o seu centro técnico com a instalação de uma injetora de 55.000 kN de força de fechamento, desenvolvida com foco nas necessidades da indústria automobilística.

23/07/2024