O Instituto Recicleiros, organização da sociedade civil que atua no desenvolvimento de soluções para a gestão sustentável de resíduos sólidos em todo Brasil, realizou entre os meses de fevereiro e novembro de 2023 uma pesquisa que mapeou o comprometimento dos brasileiros com a reciclagem. Os indicadores coletados em sete municípios – Guaxupé (MG), Serra Talhada (PE), Cajazeiras (PB), São José do Rio Pardo (SP), Naviraí (MS), Piracaia (SP) e Caldas Novas (GO) – revelaram que é preciso mais informação para o comprometimento dos cidadãos com a reciclagem: os entrevistados demonstraram dúvidas sobre itens recicláveis e destacaram falta de tempo e de hábito para separar resíduos.


 

A pesquisa faz parte das ações do VoxLab, iniciativa do Instituto Recicleiros, com sede em São Paulo (SP), e contou com o patrocínio da SIG, empresa do setor de embalagens. "Nosso objetivo foi coletar dados para apoiar iniciativas pelo Brasil e para a construção de políticas públicas de gestão de resíduos sólidos. Além disso, o conhecimento dessas informações nos auxilia a entender a curva de adesão da população aos sistemas de coleta seletiva para promover o aumento das taxas de reciclagem no País", comentou Erich Burger, diretor do Instituto Recicleiros. Para Isabela de Marchi, gerente de Sustentabilidade da SIG na América do Sul, a mudança de comportamento do cidadão é o primeiro passo e um dos mais importantes no fomento de uma cadeia ética de reciclagem.


 

Mais de 3.200 pessoas foram ouvidas em sete cidades, sendo três regiões e seis estados. Em cada região, em torno de 390 a 400 pessoas responderam à pesquisa. A margem de erro é 4,95%. As perguntas foram coletadas de porta em porta em alguns municípios que contam com o Programa Recicleiros Cidades, implantado pelo Instituto Recicleiros em parceria com as prefeituras.


 

Quando perguntados sobre o que seria importante para as pessoas reciclarem mais ou começarem a reciclar, os entrevistados disseram que precisam de mais informações. Mesmo se a cidade pesquisada já se beneficia da coleta seletiva, os moradores levantaram a necessidade de distribuição de lixeiras e a instalação de pontos de entrega voluntária de recicláveis.

 

Para a realização da pesquisa, foi aplicado um método quantitativo, com coleta de dados mediante aplicação de um questionário estruturado. Para a análise dos dados, utilizou a estatística descritiva.


 

Ao todo foram feitas 27 perguntas fechadas divididas em quatro tópicos: perfil da população; conhecimento e compromisso com a reciclagem; conhecimento e percepção sobre os serviços de reciclagem e conhecimento e percepção sobre a comunicação para reciclagem. Dentre as perguntas que têm relação direta com o processo de reciclagem para novo uso industrial, destaca-se a que buscou detectar se o consumidor costuma higienizar as embalagens antes do descarte (gráfico ao lado).


 

Próximos passos

 

Com os primeiros resultados desta pesquisa, o Vox Lab iniciou a aplicação de testes em microterritórios para entender como a população se comporta diante de ações de fomento à reciclagem. Em novembro de 2023, foram implantados nos municípios de Serra Talhada (PE), Cajazeiras (PB) e Naviraí (MS), o Projeto TITO – Testes de Incentivo em Territórios de Observação. Foram instituídos seis microterritórios (cada um com uma amostragem de 50 residências) por cidade. Foram testadas, em cada localidade, a distribuição de sacolas retornáveis, sacos verdes de uso único, aumento para dois dias de coleta seletiva, instalação de pontos de entrega voluntária (PEV) e intensificação da comunicação direcionada para a coleta seletiva e reciclagem. Todas estas ações foram baseadas em indicativos de uma pesquisa aplicada anteriormente.


 

Os microterritórios foram monitorados durante seis semanas, dentro de um método de pesquisa de estudo de caso – envolvendo observação direta, aplicação de questionários e no final, entrevistas em profundidade. Ao todo, foram 850 residências monitoradas, 363 mobilizações diretas, 176 pesquisas aplicadas e 34 entrevistas em profundidade. Os resultados destes primeiros testes já estão sendo catalogados.

 

__________________________________________________________________________________

Assine a PI News, a newsletter semanal da Plástico Industrial, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria de plásticos. Inscreva-se aqui.

___________________________________________________________________________________ 

 

Imagens: Instituto Recicleiros / Shutterstock


 


 

Leia também:


 

Reciclagem de big bags. Sistema desenvolvido pela Lindner vai da moagem à granulação


 

Kraiburg lança TPE com 73% de conteúdo reciclado

 

 

Reciclagem de PET, da universidade para o mercado

 



Mais Notícias PI



Coletar 60 mil quilos de plásticos no Brasil é meta de empresas parceiras

A Lord e a Plastic Bank Brasil fizeram um acordo para promover um programa de bonificação para catadores de resíduos plásticos na Região Sudeste.

16/04/2024


Pesquisa apontou aumento do consumo de embalagens flexíveis em 2023

Estudo realizado pela MaxiQuim a pedido da Abief mostrou que o consumo de embalagens plásticas flexíveis no Brasil aumentou em 2,5% em 2023 em relação a 2022. O consumo per capita de embalagens flexíveis no País no ano passado chegou à marca de 10,6 kg/habitante.

16/04/2024


Reciclagem e destinação de resíduos serão tema de evento

Nova edição do evento criado na Escola Politécnica da USP vai reunir especialistas em gestão e reaproveitamento de resíduos sólidos.

16/04/2024