A francesa Sidel, com subsidiária brasileira em São Paulo (SP), anunciou o desenvolvimento de um sistema de controle da espessura de garrafas de poli(tereftalato de etileno) (PET) chamado IntelliADJUST™, que funciona em circuito fechado. Baseado no uso de sensores industriais e algoritmos, elementos típicos do ambiente da indústria 4.0, ele garante a distribuição uniforme do material durante o processo de injeção-sopro e regula os principais parâmetros do processo de estiramento e aquecimento para evitar a distribuição desigual do material.

 

 

São feitas medições de espessura da parede com alta precisão, nos pontos mais representativos de cada garrafa (foto ao lado), usando quatro sensores interferométricos que operam com base na reflexão de luz infravermelha. Localizados no compartimento de transferência das garrafas, eles podem ser ajustados para atuar em três eixos (X, Y e Z), operando sob velocidades de até 90.000 garrafas por hora, comparando continuamente as medições de espessura com a distribuição esperada do material e ajustando automaticamente o processo em caso de desvio.

 

Todos os parâmetros IntelliADJUST™ são diretamente integrados a cada receita de trabalho constante das configurações da máquina, dispensando rotinas de calibração e permitindo a partida imediata após as trocas de moldes, adaptando automaticamente o posicionamento e os processos do sensor de acordo com cada receita.

 

Stéphane Menard, Gerente de Produto da Sidel, explicou que o IntelliADJUST™ mede a espessura da garrafa na linha, analisa e ajusta os parâmetros para garantir uma qualidade consistente, compensando quaisquer variações da linha de produção por meio de algoritmos que identificam desvios de espessura e corrigem automaticamente os parâmetros de aquecimento e sopro para garantir uma qualidade consistente e sem interrupções.

 

__________________________________________________________________________________

Assine a PI News, a newsletter semanal da Plástico Industrial, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria de plásticos. Inscreva-se aqui.

__________________________________________________________________________________



 


 

Imagens: Sidel


 


 

Leia também:


Robô industrial desenvolvido no Brasil

 

Injetoras com IA

 

 

#Sidel

#sopro

#indústria40



Mais Notícias PI



Moldagem por injeção: instituto inicia projeto de IA

O novo projeto do Instituto de Plásticos para Médias Empresas de Lüdenscheid (Alemanha) vai se dedicar ao uso de inteligência artificial (IA) na moldagem por injeção, juntamente com a empresa desenvolvedora de software Symate.

14/02/2024


Segurança. Tecnologia emite alerta e dados em tempo real

Empresa da Bahia desenvolveu um dispositivo que monitora a movimentação de colaboradores no chão de fábrica e dispara alertas para evitar acidentes.

23/01/2024


Robô industrial desenvolvido no Brasil está disponível para comercialização

A Human Robotics criou um robô que pode transportar cargas com peso de até 50 kg, o qual é programável para atuar de forma autônoma no chão de fábrica. O modelo apresenta interface amigável e também responde por comando de voz.

16/01/2024