Um estudo realizado pela MaxiQuim, encomendado pelo PICPlast – Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico, um acordo estabelecido entre a Braskem e a Abiplast – Associação Brasileira da Indústria do Plástico, mostrou que em 2022 as regiões do País que mais reciclaram plásticos pós-consumo foram o Sul e o Sudeste.


De acordo com a última edição do levantamento intitulado “Índice de Reciclagem Mecânica de Plásticos Pós-consumo no Brasil”, que é realizado anualmente pela MaxiQuim desde 2018, o percentual de reciclagem de plásticos pós-consumo constatado no Sul no ano passado foi de 46,1%. 

 

Também foi apontado que no Sudeste o índice de reciclagem desses tipos de plásticos chegou a 28%. Na sequência da pesquisa a região Nordeste apresentou índice de 16,3%, ao passo que nas regiões Centro-Oeste e Norte o índice de reciclagem de plásticos pós-consumo computado foi de 11,3% e 4,9%, respectivamente.


No que diz respeito aos tipos de plásticos que foram destinados à reciclagem nos estados das duas regiões que ocupam o topo do ranking, conforme informações fornecidas à imprensa, o volume de reciclados inclui, por exemplo, embalagens de poliestireno expandido usadas para proteger diversos tipos de produtos como alimentos, embalagens plásticas para o acondicionamento de produtos agrícolas e de lubrificantes, entre outros itens, tais como utensílios domésticos e tubos.

 

A mesma pesquisa apontou os tipos de plásticos mais reciclados no ano passado, em que o poli(tereftalato de etileno) (PET) teve o maior índice, com 53,6%, seguido pelo poliestireno expandido (EPS), com 33,8%, e pelo polietileno de alta densidade (PEAD), 31,2%. 


Nesta página podem ser obtidas mais informações sobre o levantamento, e na seção Artigos técnicos estão disponíveis diversos trabalhos sobre reciclagem de plásticos, além de temas relacionados aos conceitos de sustentabilidade.


 

Gráfico: MaxiQuim.


 

Mais conteúdo:

 

UBQ amplia a oferta de materiais obtidos a partir de resíduos sólidos mistos

 

Aumentar a produção de embalagens sopradas está nos planos da GTEX

 

#PICPlast #MaxiQuim #ReciclagemPósConsumo #PlásticoIndustrial



Mais Notícias PI



Injetora híbrida com força de 1.800 kN

Arburg vai expor injetora híbrida e com menor consumo de energia.

23/07/2024


Fabricante de embalagens se prepara para possível nova seca em Manaus

Antevendo desafios logísticos, a Extrusa Pack vai estocar matéria-prima em suas unidades na região Sudeste e é parceira na implantação de um posto de distribuição no AM.

23/07/2024


Centro técnico da Engel passa a ser equipado com injetora de alta capacidade

A fabricante austríaca de injetoras ampliou o seu centro técnico com a instalação de uma injetora de 55.000 kN de força de fechamento, desenvolvida com foco nas necessidades da indústria automobilística.

23/07/2024