Um modelo de impressora 3D projetada para a execução de trabalhos de manufatura aditiva no chão de fábrica, e que é capaz de fabricar peças em escala industrial, já está disponível para comercialização. Essa informação foi divulgada pela HP, com matriz nos Estados Unidos e escritório comercial em Barueri (SP), empresa responsável pelo desenvolvimento da impressora 3D denominada Metal Jet S100.

Nova impressora 3D de metais passou a ser comercializada pela HP e já está em uso em linhas de produção

 

A máquina pode produzir protótipos e/ou peças finais a partir do processamento de pós metálicos, o que é feito por meio de deposição de material, camada a camada (exemplos mostrados nas imagens). Outro detalhe é que o conjunto da impressora 3D consiste em unidades modulares que podem ser deslocadas, o que, de acordo com a companhia, propicia o fluxo de trabalho em larga escala.

 

Em comunicado à imprensa, foi divulgado que a tecnologia presente na nova máquina como, por exemplo, um dispositivo dispersor de jato de aglutinante que pode contribuir para o aumento da produção de peças em dez vezes, é um dos fatores que proporcionam vantagens em relação a outros equipamentos de impressão 3D

 

Exemplos de peças metálicas feitas por manufatura aditiva usando uma nova impressora 3D desenvolvida pela HP

A impressora 3D é recomendada para aplicações que envolvam a fabricação de peças com design complexo, de componentes que requeiram propriedades específicas, como densidade e peso customizados, entre outros. Além disso, conforme foi informado pela HP, a máquina conta com cabeçote de impressão da série Thermal Inkjet, o qual pode operar em alta velocidade, o que facilita a obtenção de índices de reprodutibilidade requeridos em processos produtivos em escala industrial. 

 

Segundo Didier Deltort, presidente da divisão de personalização e impressão 3D da HP, a impressora 3D Metal Jet S100 já está sendo utilizada em uma linha de produção da empresa Schneider Electric, com sede na França. Ele comentou que isso é parte de um trabalho de desenvolvimento de equipamentos e redes para manufatura aditiva pensados para parques fabris. “Estamos testemunhando setores inteiros buscando transformar digitalmente seus processos de manufatura e sua cadeia de suprimentos. A submissão da nova impressora 3D a processos industriais, executada em colaboração com líderes de mercado, está traçando o caminho para uma indústria mais sustentável, confiável e eficiente”, complementou.

 

 

Imagens: HP

 

 

Mais notícias do ramo:

 

Manufatura aditiva para reciclagem de plásticos

 

Ligas metálicas de alta resistência para manufatura aditiva chegam ao Brasil

 

#Impressão3D #HP #ManufaturaAditiva #PI



Mais Notícias PI



Automação de baixo custo é o foco da nova unidade da Igus no Brasil

A empresa alemã inaugurou um centro de automação em Joinville (SC) para promover a disseminação do uso de sistemas robóticos em tarefas industriais.

05/07/2024


Empresas de extrusão buscam atualização tecnológica

Ênfase no atendimento ao setor de embalagens e interesse por tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 são tendências entre as empresas que processam materiais plásticos usando o processo de extrusão.

01/07/2024


Máquina para soldagem a laser de plásticos é lançamento da Emerson

Equipamento proporciona soldagem livre de vibrações e é indicado para a união de peças plásticas com formato complexo para a área médico-hospitalar, indústria automotiva e de eletrodomésticos, entre outras.

04/06/2024