Por meio de videoconferência realizada na última segunda-feira (8), a Plastivida – Instituto Sócio-ambiental dos Plásticos – e a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast) – deram início à implantação do Programa Pellets Zero (PPZ-OCS) como entidade licenciadora. A iniciativa tem como objetivo a prevenção de perdas de pellets nas plantas de transformação e reciclagem de materiais plásticos, bem como em petroquímicas, distribuidores e agentes de logística.

 

O Programa Pellet Zero – OCS (PPZ-OCS) surgiu a partir de uma iniciativa internacional (Operation Clean Sweep) adequando-se às particularidades da indústria brasileira do plástico e de seus prestadores de serviços. De acordo com informações do programa, no Brasil a matéria-prima plástica é comercializada principalmente na forma de pell ets. Porém, outras formas de resinas, como pó ou flakes, não são incomuns. Portanto, é de responsabilidade da indústria e de seus parceiros conter a poluição causada por essas resinas. O PPZ-OCS visa o engajamento de todo o setor dos plásticos em uma ação contínua e eficaz de contenção dos pellets e demais formas de resina, evitando a contaminação dos corpos d’água e, consequentemente, do oceano.

 

Segundo a Abiplast, empresas que assinarem o compromisso a partir de agora passam a receber certificação, em uma escala de uma a quatro estrelas. Ao atingir o máximo de pontuação, a signatária poderá optar pelos parâmetros da Operation Clean Sweep – OCS Blue, para alcançar a quinta e última estrela. A implantação seguirá os critérios firmados no âmbito do Fórum Ambiental dos Plásticos por Um Mar Limpo, do qual a Abiplast e o Sindiplast se tornaram signatários em 2016, ao lado de outros sindicatos e empresas do setor. A partir de então, ambas vêm participando da elaboração dos Manuais para Implementação do Programa Pellet Zero, adaptados ao Brasil.

 

Além das já citadas, integram o Fórum Setorial dos Plásticos – Por Um Mar Limpo as seguintes empresas e organizações: Abief, Abiquim, Adirplast, Braskem, Dow, Instituto Brasileiro do PVC, Instituto de Engenharia, Radici Group, Simperj, Simpesc, Simplás, Simplavi, Sinplast e Sinproquim.

 

Para realizar o download gratuito dos manuais mencionados, basta que as empresas ou interessados acessem o link http://pelletzero.porummarlimpo.org.br/

 

(Foto: Programa Pellet Zero)

#plastico #programapelletzero #porummarlimpo

 

Conteúdo relacionado:

Reconhecimento internacional na área de sustentabilidade

Fabricante de brinquedos estabelece meta sustentável

 

 



Mais Notícias PI



Parceria evitará o descarte de resíduos plásticos em aterro sanitário

Acordo entre companhias prevê a triagem de resíduos plásticos domiciliares antes de seu descarte em aterro, reinserindo-os na indústria com o objetivo de estimular a economia circular.

30/10/2020


Estirênicos plenamente recicláveis

Trabalho conjunto entre a SCS e o Instituto Fraunhofer atestou a adequação do poliestireno reciclado para aplicações envolvendo o contato com alimentos.

29/10/2020


Aditivo à base de zinco protege superfícies plásticas

Empresa lança aditivo que impede a disseminação de vírus, bactérias e fungos em superfícies plásticas

27/10/2020