A Fortlev, fabricante de caixas d’água, tubos e conexões, anunciou que sua unidade de Anápolis (GO) passará a utilizar uma unidade de armazenamento de energia térmica (thermal energy storage, TES) para alimentar o sistema de aquecimento das suas linhas de rotomoldagem de caixas d’água.

 

Denominada bGen (imagem ao lado) e fornecida pela israelense Brenmiller Energy, a unidade será o primeiro sistema TES movido a energia renovável a ser usado para gerar ar quente para a fabricação de produtos plásticos no mundo, e também o primeiro sistema de armazenamento de energia térmica movido a energia renovável a ser usado para operações comerciais na América do Sul.

 

A unidade bGen de 1 MWh permitirá que a Fortlev use biomassa em vez de gás natural para aquecer o ar usado na fabricação de caixas d’água em suas linhas de rotomoldagem. A substituição de biomassa por gás natural fará com que a empresa reduza em 75% os custos de combustível associados ao aquecimento das linhas, além de diminuir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em aproximadamente 800 toneladas por ano, o que contribui para o cumprimento de metas de sustentabilidade.

 

A Fortlev e a Brenmiller Energy estão discutindo a instalação de 60 bGen nas outras sete unidades produtivas do grupo no Brasil, o que permitirá evitar 48.000 toneladas métricas de emissões de GEE por ano – uma quantidade equivalente às emissões de GEE liberadas por aproximadamente 10.500 veículos de passageiros movidos a gasolina conduzidos por um ano.

 

Além disso, a Fortlev Solar, distribuidora de produtos para o mercado de energia fotovoltaica, como parceira da Brenmiller no Brasil, pretende abrir uma fábrica para produzir unidades bGen para o mercado brasileiro, que tem grande potencial para projetos de eficiência energética.



 

Armazenamento de energia renovável como calor

 

Ao combinar armazenamento térmico, troca de calor e geração de vapor em uma única estação, a tecnologia bGen permite às empresas descarbonizar de forma competitiva processos produtivos como a rotomoldagem de plásticos e outros processos térmicos que exigem a produção ou uso de vapor, água quente ou ar quente.

 

A tecnologia se baseia no armazenamento de calor em materiais sólidos, no caso, pedras britadas localizadas no interior das unidades. Carregadas por energia elétrica ou térmica, elas acumulam essa energia e a tornam disponível sob demanda, na forma de ar quente ou vapor. As unidades bGen podem ser carregadas usando a eletricidade proveniente de painéis fotovoltaicos, turbinas eólicas ou mesmo da rede elétrica, assim como fontes primárias de energia térmica (biomassa, gás de combustão, calor recuperado). Elas armazenam o calor por minutos, horas ou até dias, suprindo os processos produtivos na medida em que eles necessitem de calor.

 

“Empresas industriais com visão de futuro como a Fortlev querem descarbonizar seus processos térmicos. Mas até recentemente, havia poucas soluções confiáveis, econômicas e duradouras que permitissem isso”, comentou Avi Brenmiller, presidente e CEO da Brenmiller Energy.

 

A instalação da unidade bGen na unidade fabril da Fortlev foi apoiada pela Autoridade de Inovação de Israel e pela Agência Brasileira de Pesquisa e Inovação (Embrapii).

 

“É inspirador ver essa cooperação binacional, em que uma empresa israelense inovadora implantou sua tecnologia em uma grande empresa brasileira”, comentou Daniel Zonshine, embaixador de Israel no Brasil.

 

Imagem: BrennMiller Energy


 

Conteúdo relacionado:

 

O mercado de plásticos em direção a uma economia mais limpa

 

Programa de eficiência energética em parques fabris



 

#Fortlev #BrenMillerEnergy

#energiarenovável



Mais Notícias PI



Medição on-line assegura a qualidade do material durante o processamento

Fabricante suíça de instrumentos de medição desenvolveu um viscosímetro com módulo de medição que analisa polímeros fundidos durante a extrusão.

16/07/2024


Automação de baixo custo é o foco da nova unidade da Igus no Brasil

A empresa alemã inaugurou um centro de automação em Joinville (SC) para promover a disseminação do uso de sistemas robóticos em tarefas industriais.

05/07/2024


Sumitomo-Demag inaugura centro de treinamento e tem nova agenda de cursos

Operação, programação e manutenção de injetoras elétricas fazem parte da grade de cursos que a fabricante de injetoras oferecerá nos próximos meses.

02/07/2024