A Euromap, a associação europeia de fabricantes de máquinas para plásticos e borracha, divulgou dados sobre o crescimento da produção global do setor em 2021, reportando um incremento de 13%, o que significou a movimentação de 38,6 bilhões de euros. A China se destacou ao registrar um crescimento maior, em torno de 15%.

 

Os fabricantes europeus de máquinas para plástico e borracha respondem hoje por 40% da produção global. Embora isso signifique que eles continuam a deter a maior parte deste mercado, os números mostram que o setor passou por algumas mudanças nos últimos anos, pois no passado a cota europeia era próxima de 45%.

 

A China liderou o ranking de exportações pela primeira vez em 2021, alcançando 28,2% de participação, correspondentes a 5,7 mil milhões de euros, enquanto a Alemanha passou para o segundo lugar, com 5,2 mil milhões de euros (mais 9,4 por cento).

 

"A médio prazo, as empresas na Europa terão que se preparar para um nível de preços significativamente mais alto, pois as matérias-primas e a energia se tornaram muito mais caras. Ao mesmo tempo, a situação do mercado fornecedor é preocupante. Devido à crescente incerteza resultante da guerra na Ucrânia, os transformadores estão retendo investimentos e, portanto, os novos pedidos para fabricantes de máquinas", afirmou Luciano Anceschi, presidente da Euromap.

 

"Nós nos beneficiamos da Covid-19, mas agora temos que nos preparar para o fato de que um efeito de saturação ocorreu em grande parte de nossas indústrias clientes, e será difícil alcançar um crescimento adicional este ano nas condições atuais", complementou Anceschi.

 

Os fabricantes europeus aguardam com expectativa a feira K em outubro, para poder apresentar aos seus clientes o desempenho e as inovações técnicas em termos de maquinário, tendo em vista o apelo à economia circular e à digitalização.

 

OPC UA

Na K 2022, a Euromap vai demonstrar a tecnologia que estrutura o padrão de comunicação entre máquinas OPC UA e as especificações para interfaces digitais já disponíveis para máquinas de plásticos e borracha. Os dados ao vivo das máquinas conectadas poderão ser acessados ​​por meio de um painel online por qualquer visitante da feira usando um smartphone, de modo a tornar visível e tangível o grande potencial da comunicação máquina a máquina independentemente de plataforma e fabricante.

 

A interoperabilidade na produção é considerada um pré-requisito para a Indústria 4.0, oferecendo aos operadores de máquinas o acesso necessário aos dados de produção, o que lhes permite monitorar e controlar os processos para maior eficiência, rastreabilidade, monitoramento de condições até o aprendizado de máquina e inteligência artificial – e isso, por sua vez, traz vantagens competitivas decisivas para eles.

 

(Foto: KamranAydinov, via Freepik)

 

Conteúdo relacionado:

Abalos e perspectivas do mercado europeu de plásticos

Ingressos e planejamento da visita à feira K

 

#feiraK #K2022 #evento #feira



Mais Notícias PI



Evento sobre materiais plásticos acontece em SP

Palestras técnicas sobre plásticos de engenharia e compostos termoplásticos serão realizadas na Feiplar & Feipur.

16/07/2024


Embalagens de transporte serão temas de curso on-line

O Instituto de Embalagens está promovendo um treinamento sobre embalagens de transporte, que segue com inscrições abertas.

16/07/2024


Quadro de bicicleta de plástico reciclado é lançado na Alemanha

A Igus e a Advanced Bikes desenvolveram um quadro de bicicleta fabricado por injeção. Ele é feito em uma peça única, sem soldas, e é composto por plásticos de alto desempenho reciclados e fibras de carbono.

16/07/2024