A presença de 3.330 expositores de 63 países, somada à de 225.000 visitantes de 165 nacionalidades provou novamente que o plástico continua sendo um material inovador, indispensável e voltado para o futuro, mas cujo descarte precisa urgentemente ser revisto.

O perfil das soluções apresentadas por fabricantes de máquinas e fornecedores de matéria-prima enfatizou a necessidade de se estabelecer o conceito de economia circular ao longo de toda a cadeia, tendo em vista que o interesse dos visitantes se concentrou essencialmente em sistemas de reciclagem, matérias-primas sustentáveis e melhorias de processos visando à economia de recursos.

 

“A K 2019 chegou exatamente no momento certo. Sua enorme importância para o setor é sustentada pelos altos níveis de aceitação em todo o mundo. Não há outro lugar em que a indústria esteja representada tão internacionalmente e completamente como aqui em Düsseldorf a cada três anos”, afirmou Werner Matthias Dornscheidt, presidente e CEO da Messe Düsseldorf. “Especialmente em tempos de grandes desafios, uma plataforma como a K é indispensável. Ela fornece orientação e perspectivas, define impulsos econômicos sustentáveis, mostra tendências e abordagens concretas. A indústria e suas associações profissionais tiveram aqui a oportunidade única de apresentar soluções setoriais específicas e debater questões de relevância sócio-política em escala global. E eles aproveitaram muito bem essa oportunidade”, complementou.

Ulrich Reifenhäuser, Presidente do Conselho Consultivo para Expositores da K 2019, declarou-se encantado com os resultados da feira. “A indústria de plásticos e borracha conseguiu provar mais uma vez que estes não são apenas materiais muito valiosos e com propriedades excelentes, mas também que a indústria é capaz de assumir a responsabilidade ao longo de toda a cadeia de valor”, declarou.

Segundo ele, palavras-chave da K 2019 como “refletir e repensar” repercutiram na oferta de produtos e soluções nos estandes. “Nunca antes a indústria abordou uma questão de maneira tão unânime e trabalhou em soluções com tanta consistência como foi o caso agora, em áreas como a compatibilidade ambiental, economia de recursos e redução de desperdícios. Há um espírito de recomeço que prevalece no setor; ficou claro que a demanda global por máquinas e matérias-primas inovadoras é particularmente alta agora, apesar das tensões atuais no comércio mundial ou do clima de negócios em alguns países. A K deste ano excedeu em muito as nossas expectativas e foi capaz de dar um impulso essencial para governança sustentável e novos modelos de negócios ", concluiu Reifenhäuser.

Países com presença marcante na feira, além da Alemanha, foram Itália, Holanda, Índia, Turquia e China, seguidos pelos EUA. Foi verificado também um bom aumento do número de visitantes da Rússia, Japão e Brasil.

Fotos: Messe Dusseldorf. Constanze Tillmann .

#K2019   #k2019encerramento

 



Mais Notícias PI



Momento pós-pandemia favorece o mercado de itens de lazer

Fabricante de gelcoat para acabamento de piscinas já percebe aumento de demanda por este item.

10/08/2020


Novos sistemas para recuperação de plásticos pós-consumo

Linha de reciclagem exposta na feira K

07/11/2019


Pneu termoplástico

Fabricado em material termoplástico, o novo pneu possui maior durabilidade, não fura e pode ser reciclado

06/11/2019