Os plásticos reciclados têm seu uso bastante disseminado em aplicações não técnicas como embalagens e itens descartáveis. No entanto, desde que recuperados e processados de forma criteriosa, eles podem ser usados também na moldagem de peças técnicas, a exemplo do experimento realizado no Instituto Fraunhofer LBF (Alemanha).


 

Pesquisadores da instituição, em parceria com as empresas Bosch GmbH e Bosch-Siemens-Hausgeräte GmbH, investigam aplicações diferenciadas para o plástico reciclado. O trabalho começou com o aperfeiçoamento da reciclagem de carcaças de baterias de automóveis, com o acréscimo de aditivos que melhoram a resistência e as propriedades ópticas do material.

Suporte para lava-louças, uma peça estrutural em que foi usado material reciclado
 

Otimizado, ele se tornou adequado para a produção de suportes de base para lavadoras de louças. Pesando cerca de dois quilos, esses componentes são a estrutura básica da máquina e sustentam suas paredes laterais, abrigando ainda unidades auxiliares como a bomba, sensores de status e recipiente para sabão.

 

Foram produzidas amostras de teste para ensaiar a resistência mecânica das peças, tracionadas cerca de 100.000 vezes com uma força específica, de forma automática. Este número foi baseado na aplicação típica e no espectro de carga de grandes eletrodomésticos, especialmente para testar um pino com a espessura de um dedo, localizado no suporte da base da máquina de lavar louça. A peça é submetida a tensões mecânicas cada vez que a porta da máquina de lavar louças é aberta e fechada, e por isso representa a área ciclicamente mais exigida no suporte da base da máquina.

 

Com base em cerca de 15 aberturas por dia e uma vida útil do aparelho de cerca de 18 anos, isso chega a cerca de 100.000 aberturas de portas por vida útil do dispositivo. Assim, a pergunta feita pelos pesquisadores foi: “Um pino feito de material reciclado pode suportar isso?“. Os estudos realizados permitiram concluir que sim, pois embora o reciclado seja 15% menos forte, ele tem propriedades de rigidez semelhantes às do plástico virgem. No que se refere à deformabilidade, porém, ambos os materiais se comportam igualmente.

Para garantir um bom resultado, os pesquisadores desenvolveram um método de projeto para verificar se o pino estava operacional", descreveu Dominik Spancken, cientista do Fraunhofer LBF.

 

 

Granulado de plástico reciclado usado na pesquisa do LBF

A equipe de pesquisa prendeu os pinos feitos a partir de novos suportes de base em uma bancada de testes e aplicou cargas semelhantes às que ocorrem quando a máquina é aberta e fechada. Com o calor irradiado pela máquina de lavar louça, a temperatura de trabalho do componente pode chegar a 50°C, dado também levado em conta pela equipe de pesquisa.

 

Com base nos dados experimentais, os pesquisadores criaram um método de cálculo e projeto alimentado com os parâmetros do material reciclado. "Com base nos testes do novo material e no método de cálculo, conseguimos deduzir o comportamento de um pino feito de material reciclado, com um resultado animador: a resiliência dos pinos feitos de material novo e reciclado difere muito pouco, o que levou à conclusão de que o suporte base da máquina de lavar louças pode ser feito de material reciclado e, portanto, contribuir para o desenvolvimento de uma indústria de componentes mais sustentável.

 

Fotos: Fraunhofer LBF

 

Conteúdo relacionado:

Projeto usará embalagens de EPS na produção de peças para eletrodomésticos

Tecnologia de separação potencializa a recuperação de resíduos sólidos



Mais Notícias PI



Evento sobre materiais plásticos acontece em SP

Palestras técnicas sobre plásticos de engenharia e compostos termoplásticos serão realizadas na Feiplar & Feipur.

16/07/2024


Embalagens de transporte serão temas de curso on-line

O Instituto de Embalagens está promovendo um treinamento sobre embalagens de transporte, que segue com inscrições abertas.

16/07/2024


Quadro de bicicleta de plástico reciclado é lançado na Alemanha

A Igus e a Advanced Bikes desenvolveram um quadro de bicicleta fabricado por injeção. Ele é feito em uma peça única, sem soldas, e é composto por plásticos de alto desempenho reciclados e fibras de carbono.

16/07/2024