O título não poderia ser mais adequado. “Embalagens com futuro” (Verpackung mit Zukunft, em alemão) é como foi denominada uma plataforma que visa trabalhar para promover a reciclagem e disseminar o conceito de sustentabilidade na indústria de embalagens na Áustria, mas com a expectativa de que o modelo se espalhe por toda a Europa e, posteriormente, por todos os continentes.

O anúncio foi feito no dia 5 de maio, em uma teleconferência reunindo convidados e executivos das sete empresas integrantes da aliança: Alpla, Greiner, Coca-Cola Áustria, Nestlé Áustria, Interseroh, Erema e Engel, as quais se comprometeram a promover um amplo diálogo seguido de ações voltadas à implementação dos conceitos “reduzir, substituir, reutilizar e reciclar”, considerados os pilares da sustentabilidade no setor.

Juntas, as empresas empregam mais de 40.000 pessoas em todo o mundo e geram receitas da ordem de 9 bilhões de euros. Todos os seus representantes presentes na plataforma declararam ser possível conciliar o uso de embalagens com a economia de recursos, e concordaram que implementar a economia circular de forma funcional só será possível de forma conjunta.

A iniciativa assume maior relevância no atual momento de crise sanitária, em que ficou ainda mais claro o papel das embalagens na garantia da higiene nos setores de alimentos, bebidas e na saúde.

Como empresa de engenharia mecânica, contribuímos significativamente para a produção de embalagens, de modo a economizar recursos e ser reciclável”, afirmou Stefan Engleder, CEO da Engel Austria, destacando que a empresa se concentra no projeto voltado para a reciclagem (design for recycling) e nas novas tecnologias digitais.

A fabricante de máquinas tem trabalhado em vários níveis, incluindo a consistência do processo. Sistemas de assistência inteligentes, como o controle de peso iQ, possibilitam a produção consistente de produtos plásticos de alta qualidade, mesmo com flutuações nas propriedades da matéria-prima. Também tem trabalhado em muitos projetos de desenvolvimento de produtos e processos junto a transformadores, visando reduzir ainda mais o uso de materiais e simplificar a reciclagem posterior dos produtos.

A plataforma "Embalagens com futuro" teve início na Áustria, mas as discussões acontecerão em nível global, inclusive com a formação de alianças com outras plataformas.

 

Conteúdo relacionado:

Plástico não é tão vilão assim

Decisão judicial suspende a proibição do uso de descartáveis plásticos

 

#embalagenscomfuturo

#verpackungmitzukunft

#packagingwithafuture

 



Mais Notícias PI



Investimento em reciclagem

Gestora de resíduos europeia investe em maquinário para ampliar a oferta de reciclados obtidos a partir do plásticos flexíveis e rígidos.

11/08/2020


Reciclagem de tampas plásticas movimenta negócios e trabalhos sociais

Programa socioambiental dá sequência à coleta e comercialização de tampas de embalagens feitas em termoplásticos durante a atual crise sanitária visando ampliar parcerias.

23/07/2020


Coalizão para a reciclagem de PP

Instituições e empresas dos Estados Unidos lançam movimento que visa aumentar os índices de reciclagem do polipropileno, material que ainda é pouco reaproveitado.

08/07/2020