A companhia japonesa UBE, com subsidiária em São Paulo (SP), desenvolveu uma linha de poliamidas (PA) recuperadas feitas a partir da reciclagem de aparas industriais. Os novos materiais já estão disponíveis para o mercado brasileiro e, devido às suas características, são altamente recomendadas para aplicações de monofilamentos.

 

Os dois novos grades disponibilizados são o r-UBE 01 (obtido da delaminação de filmes coextrusados, constituído por 100% PA6) e o r-UBE 19 (obtido por meio da reciclagem mecânica de filmes, sendo uma mistura de PA6 + CoPA 6/66), apresentado nas cores natural e colorido.

 

De acordo com a UBE, os grades são recomendados para a fabricação de monofilamentos voltados para a produção de redes de pesca, tênis e sacolas ecológicas, por exemplo. “Este lançamento está alinhado à estratégia de sustentabilidade da empresa, que tem como pilares a criação da cultura da reciclagem do náilon (aparas industriais e pós-consumo) e, agora, o uso de conteúdo reciclado em novos materiais, tangibilizando o conceito de circularidade”, pontuou Carolina Villela, executiva de vendas da UBE.

 

O lançamento desses novos materiais surge em meio à crescente demanda por materiais com conteúdo reciclado alavancada pela pressão do consumidor final. “Por isso mesmo, esperamos estender este conceito de conteúdo reciclado a outras linhas da UBE”, completou Villela.

 

Segundo ela, na área de filmes stretch e shrink, muito usados em embalagens secundárias, este conceito já está consolidado. Assim como na área de garrafas sopradas multicamadas. Neste caso, a PA produzida com aparas industriais é usada para compor a camada de “regrind”, substituindo o polietileno (PE) na estrutura.

 

Outra potencial aplicação é em filmes multicamadas para contenção de defensivos agrícolas, por oferecer menor permeabilidade a gases, por exemplo.

 

(Foto: UBE)

#poliamida #reciclagemdeplastico #novograde #reciclagem



Mais Notícias PI



PET de origem vegetal na fabricação de garrafas para refrigerantes

Protótipo lançado este mês foi usado no envase do refrigerante da marca europeia Orangina. A comercialização deverá ter início em breve.

07/12/2021


Alta da produção de resinas recicladas nos últimos anos

Mais de um milhão de toneladas de resinas recicladas foram produzidas em 2020 no Brasil, de acordo com levantamento da MaxiQuim. Também foi percebido aumento do consumo de resíduos plásticos entre 2019 e 2020.

07/12/2021


Tecnologia de separação potencializa a recuperação de resíduos sólidos

Soluções inovadoras de seleção baseadas em sensores estão presentes na central de tratamento de resíduos sólidos urbanos (RSU) do Ecoparque Pernambuco.

06/12/2021