As embalagens multimateriais, que combinam suas diferentes propriedades de barreira, podem resolver problemas de conservação de alimentos e fármacos, mas normalmente são de difícil reciclagem, o que está se tornando um fator crítico.

Uma empresa de Cingapura levou para a feira K uma possível resolução desse impasse: uma solução híbrida, contendo polímeros e material cerâmico, que pode ser aplicada como revestimento em filmes plásticos e em papel.

Denominado comercialmente como O2X, o revestimento pode ser aplicado por uma impressora por rotogravura e permite a formação de uma fina camada (0,25 mícron) com altíssimas propriedades de barreira à transmissão de oxigênio e de vapor d’água, segundo informado pela empresa e de acordo com o gráfico acima, divulgado para comparar o desempenho do revestimento em relação a diferentes materiais que não o contêm.

Filmes de BOPP e de poliéster são os principais candidatos a receber o revestimento, podendo demandar tratamento corona prévio, para uma melhor adesão.

#K2019  #embalagemmonomaterial  #monolayerpackaging #plastico



Mais Notícias PI



Vacinas contra Covid-19 serão envasadas em frascos plásticos

Empresa dos Estados Unidos contratou da alemã Zahoransky o fornecimento de linhas de fabricação no valor próximo de 25 milhões de euros. Elas vão executar a injeção, sopro, revestimento dos frascos, envase e gravação, de forma totalmente automatizada.

31/07/2020


Fispal terá edição on-line

A edição presencial da Fispal Tecnologia 2020, que aconteceria de 7 a 10 outubro, foi cancelada após comunicado estadual sobre a restrição à realização de grandes eventos presenciais. Porém, uma edição on-line será feita por meio de uma plataforma digital.

23/07/2020


Como a pandemia vai afetar o projeto de embalagens

Estudo divulgado recentemente aponta como os novos hábitos adquiridos durante a pandemia influenciarão o design de embalagens nos próximos tempos.

20/07/2020