Uma linha de produção projetada para a triagem de filmes feitos em polietileno de baixa densidade (PEBD) foi implantada em uma unidade fabril situada no município de Alhendín, que fica na província espanhola de Granada.

Linha de produção de reciclagem projetada para processar filmes de PEBD

Ela foi ativada recentemente e passou a integrar uma cadeia produtiva que atua em linhas de pesquisa do programa Life4Film, que consiste no financiamento de pesquisa e desenvolvimento de projetos voltados para a preservação do meio ambiente e contra o aquecimento global. O principal objetivo do programa é demonstrar como evitar a incineração e o descarte de filmes plásticos de PEBD contido em resíduos sólidos urbanos (RSU) por meio de tecnologias inovadoras de reciclagem em uma planta de reciclagem pré-industrial.

 

A iniciativa visa também reduzir a quantidade de materiais plásticos descartados em aterros sanitários; aumentar o ritmo de reciclagem de resíduos plásticos gerados em centros urbanos; reduzir a pegada de carbono da indústria de transformação de plásticos; divulgar estudos sobre assuntos relacionados à reciclagem; e promover o aperfeiçoamento de processos e produtos.

 

A planta-piloto conta também com maquinário para trituração de filmes que são coletados juntamente com resíduos oriundos de centros urbanos. De acordo com informações da empresa FCC Medio Ambiente (Espanha), responsável pelo gerenciamento da nova unidade e pela coordenação do projeto, o material obtido a partir daí é destinado à fabricação de novos produtos.

 

Ela foi projetada e construída pela companhia alemã Stadler. Tem capacidade de processar, aproximadamente, 10.000 toneladas/ano de filmes plásticos descartados, ao passo que poderá produzir anualmente cerca de 4.000 toneladas de grânulos de PEBD reciclado. Desse volume, 700 toneladas serão usadas na fabricação de sacos para lixo.

 

O engenheiro de tratamento de resíduos e gestor de projetos da FCC Medio Ambiente, Sunil Arjandas, disse que os sacos para lixo produzidos em material recuperado serão usados em trabalhos que abrangem a limpeza de ruas e cuidados com jardins e áreas arborizadas, além de outros.

 

O projeto é financiado pela União Europeia e também conta com a parceria da Universidade de Granada, do Instituto Aimplas, assim como de empresas da área de equipamentos para processamento de plásticos.

 

Mais informações podem ser obtidas aqui. A oferta de resinas recicladas e de equipamentos para essa área no Brasil pode ser conferida em nossos guias.

 

Foto: Linha de triagem de filmes feitos em polietileno de baixa densidade, situada na Espanha, constitui um conglomerado industrial que atua em programas de reciclagem.

 

Conteúdo relacionado:

PEAD reciclado passa a ser usado na fabricação de contêineres multicamadas

Economia circular ganha fôlego com fusão de empresas do setor

 

#FCCMedioAmbiente #Stadler #Life4Film #Reciclagem #Plástico



Mais Notícias PI



Novos polímeros com grafeno, mais resistentes e sustentáveis

Parceria entre a Gerdau Graphene e a unidade Embrapii Senai Mario Amato terá foco na pesquisa, desenvolvimento e inovação para aplicações industriais do grafeno em plásticos.

18/01/2022


Poluição marinha por plásticos em debate

A AMI promove gratuitamente o evento virtual “Ocean Plastic”, que falará sobre como encontrar maneiras de resolver o problema da poluição marinha por plásticos.

17/01/2022


Sachês pós-consumo transformados em itens esportivos

Projeto que integra a Boomera e a marca Nescau resultou na reciclagem de resina pós-consumo, proveniente de embalagens flexíveis, em itens esportivos, os quais foram doados a organização beneficente.

14/01/2022