A 3D Criar (São Paulo, SP), desenvolveu um método de trabalho que pode encurtar o caminho para as empresas que precisam adotar as tecnologias de manufatura aditiva em sua rotina, mas não sabem por onde começar ou querem evitar gastos com a compra de equipamentos..

 

Criada em 2015, a empresa participou no ano passado do Braskem Labs, programa de aceleração da Braskem, com o projeto “3d as a Service” (3DaaS), um modelo de negócio por assinatura que dá acesso à tecnologia de impressão 3D, insumos, treinamentos e consultoria específica. O modelo de atendimento elimina os custos de investimentos em ativos fixos por parte das empresas clientes e busca redução de custos e prazos, fazendo com que elas se beneficiem do uso da impressão 3D, por exemplo, na assistência à manufatura.

 

A contratação do serviço inclui consultoria exclusiva, dedicada a compreender as principais demandas, necessidades e oportunidades de cada cliente, de modo a indicar o melhor plano de atendimento.

 

Com essa consultoria os próprios funcionários se tornam aptos a trabalharem com as máquinas de impressão, promovendo a formação de profissionais especializados em manufatura aditiva e com conhecimento técnico sobre um pilar importante da Indústria 4.0. Há também a opção de terceirização de operadores profissionais, o que acelera ainda mais os ganhos das empresas.

 

O pacote de um contrato de 24 meses de serviço inclui a instalação de impressoras 3D no espaço fabril do cliente, treinamentos avançados, consultoria continuada, manutenção preventiva, pacote mensal de insumos, franquia de uso de uma central de impressão com as tecnologias FDM, SLA e SLS e atualização tecnológica.

 

A Ambev foi a primeira empresa a adotar o 3DaaS da 3DCRIAR e hoje, com quatro plantas implementadas e mais de 30 técnicos treinados, já mede retornos expressivos. Conforme informou Daniel Huamani, diretor de tecnologia da 3D Criar, em uma das unidades, em apenas dois meses foram medidos mais de R$150.000 em savings, já projetando até R$3 milhões somente no primeiro ano com o uso do 3daaS na fabricação de peças de manutenção (foto acima) e melhorias de processos proporcionadas por ferramentas específicas impressas em 3D.

 

A 3D Criar também acredita que a área de manufatura aditiva no Brasil carece de profissionais capacitados e estende seu atendimento à montagem e manutenção de laboratórios dedicados a essa área em ambientes de universidades e cursos técnicos.

 

Foto: 3DCriar

 

Conteúdo relacionado:

Impressora 3D de peças metálicas será instalada em centro de pesquisa na USP

Parceria no ramo de manufatura aditiva

 

#3Dasaservice  #3DCriar   #Braskem   #manufaturaaditiva



Mais Notícias PI



Grupo Gerdau inicia negócio voltado para o grafeno

Gerdau Graphene é a nova divisão da empresa, que vai atuar nas Américas no desenvolvimento de aplicações em grafeno, a começar pela produção de masterbatches.

16/04/2021


Programa promove a reciclagem de dispositivos médicos de PVC

Instituição europeia lança projeto colaborativo para promover a reciclagem de dispositivos médicos de PVC de uso único.

16/04/2021


Fornecedores de aditivos ampliam comercialização na América Latina

Parceria entre empresas vai aumentar a oferta de agentes estabilizantes, absorvedores de radiação UV e antioxidantes.

15/04/2021