Peças feitas com partículas de espuma plástica apresentam baixa densidade, bom isolamento térmico e boa absorção de energia, sendo ideais para aplicações leves na indústria automotiva. Contudo, seu aspecto visual não é bom devido à sua superfície grosseira. Além disso, a estrutura porosa desses componentes não permite sua fixação a outras estruturas. Em razão desses problemas, a Krallmann GmbH, de Hiddenhausen, Alemanha desenvolveu um dispositivo de fixação para esse tipo de peça, chamado K-Fix, feito com resina termoplástica convencional. Esses dispositivos são envolvidos por poliestireno expandido em um novo processo de moldagem por injeção, formando-se então uma união permanente entre a peça e o dispositivo para fixação mecânica. Dessa forma é possível conseguir reduções de peso da ordem de 20%.

#k2019 #psexpandido #moldagem #injeção



Mais Notícias PI



Bioplástico para aplicação sob alta temperatura em motores

Instituto pesquisa como aplicar bioplástico como substituto aos materiais de origem fóssil em peças para compartimento do motor que são submetidas a altas temperaturas.

21/09/2021


Escadas em EPS, uma construção rápida e limpa

Sistema modular de construção de escadas oferece suporte estrutural e garantia de obras mais limpas, com componentes mais leves.

16/09/2021


Empresa lança grades para automóveis com até 29% de material reciclado

Grades de PP e PC/PET, todos com conteúdo reciclado, são voltados especificamente a aplicações na indústria automobilística.

08/09/2021