A Yaskawa Motoman do Brasil, empresa que tem matriz no Japão, está trazendo para o Brasil um novo robô de seis eixos que tem capacidade para processar cargas com peso de até 20 kg, o qual pode ser integrado a linhas de fabricação de produtos plásticos.

 

Robô industrial passou a ser comercializado no Brasil

 

O autômato, que recebeu o nome de HC20XP, possui braço que apresenta alcance de 1.700 mm tanto no sentido horizontal quanto no vertical, sendo sua repetibilidade de trabalho de 0,05 mm. O peso de seu braço é de 140 kg e ele pode operar em dois modos: industrial e colaborativo.

 

 

Em se tratando do modo operacional industrial do robô, a sua velocidade de trabalho é de até 1.000 mm/s, ao passo que no colaborativo sua velocidade de trabalho chega aos 250 mm/s. No entanto, ele pode trabalhar com quatro modos distintos de operação colaborativa, os quais são mencionados a seguir.

 


 

A respeito da tecnologia de limitação de potência e força (de Power and Force Limiting, denominada pela sigla mostrada acima), Icaru Sakuyoshi, diretor-presidente da companhia, disse que a partir de seu uso é possível programar limites de força fazendo com que o robô pare automaticamente caso a força externa exceda o limite programado. Segundo o executivo, o autômato é indicado para operar conjuntamente com máquinas injetoras e/ou impressoras 3D, além de outras máquinas típicas de parques fabris voltados ao processamento de plásticos.


 

 

Outra característica do HC20XP é o seu grau de proteção IP67 que permite que ele seja submetido ao contato com a água, como explica Icaru, a seguir. “Isso possibilita o seu trabalho em ambientes agressivos como, por exemplo, de lavagem de peças com jato d’água, sem a necessidade de uso de capas, coberturas protetivas etc.”.


 

A fabricante informou que o modelo possui sistema de segurança composto por sensores e que ele também pode ser configurado com sistema de desligamento automático, podendo ainda ser conectado a redes Ethernet, bem como ser instalado em paredes ou teto. Os clientes podem contar com assistência técnica no Brasil.

 

 

Mais informações sobre robôs colaborativos indicados para operações no ramo de plásticos, assim como a respeito de softwares, podem ser obtidas em nossos guias.


 

Conteúdo relacionado:

Novo programa de inteligência artificial para a indústria

 

Customização de computadores industriais

 

 

#YaskawaMotoman #RobôColaborativo #Plásticos #Software



Mais Notícias PI



Poluição marinha por plásticos em debate

A AMI promove gratuitamente o evento virtual “Ocean Plastic”, que falará sobre como encontrar maneiras de resolver o problema da poluição marinha por plásticos.

17/01/2022


Sachês pós-consumo transformados em itens esportivos

Projeto que integra a Boomera e a marca Nescau resultou na reciclagem de resina pós-consumo, proveniente de embalagens flexíveis, em itens esportivos, os quais foram doados a organização beneficente.

14/01/2022


Acordo ampliará oferta de poliuretano termoplástico no Brasil

Parceria firmada entre empresas fornecedoras de polímeros leva à comercialização local de nova linha de TPUs.

14/01/2022