O Instituto de Engenharia de Produção e Máquinas para Conformação (PtU) da Universidade Técnica de Darmstadt (Alemanha) está à frente de um projeto que visa integrar recursos digitais às etapas do processo de curvamento de tubos e perfis.

 

Denominada MoDiPro (Modulare Digitalisierung für das Profilbiegen, ou digitalização modular para o dobramento de perfis), a iniciativa leva em conta o fato de a produção de perfis usando dobramento com três rolos ser um dos processos de fabricação mais difundidos e flexíveis, porém, altamente dependente da experiência dos operadores. Como essa mão de obra está se tornando escassa, as empresas estão enfrentando uma queda da produtividade e competitividade.

 

Assim, o consórcio do projeto estabeleceu o objetivo de aproveitar o potencial econômico resultante da alta flexibilidade do processo, introduzindo tecnologias digitais em combinação com uma avaliação apoiada por inteligência artificial (IA) no seu gerenciamento, tendo em vista a criação de modelos de processo.

Participa do projeto a empresa Herkules Wetzlar, com sede em Solms-Oberbiel, com décadas de experiência na fabricação de máquinas para processamento de perfis. Lá, uma dobradeira de três rolos foi equipada com sensores que permitem o registro de todos os parâmetros do processo e do produto, conforme o esquema apresentado ao lado.

 

A digitalização da curvatura dos perfis obtida com o uso de três rolos deve ser alcançada pelo desenvolvimento de um sistema modular e adaptável de blocos de construção, que reduz o esforço de implementação do ponto de vista técnico e econômico. O sistema modular serve tanto para permitir uma construção passo a passo de novas máquinas quanto para a adaptação digital de máquinas existentes. O objetivo é permitir uma coleção amplamente estruturada de processos e dados de produtos baseada na operação real do equipamento e apoiada em modelos de aprendizagem de máquina, visando aumentar a produtividade geral do processo, conservar recursos no longo prazo e acelerar a qualificação dos funcionários para fortalecer a competitividade das pequenas e médias empresas.

 

O projeto tem previsão de término em dezembro de 2024. Até lá, um modelo de aprendizagem de máquina será usado para análise de dados, estabelecendo as rotinas para a fabricação no futuro com auxílio de software de inteligência artificial.

 

Além da PtU e da Herkules, está envolvida no projeto a empresa AKC Angersbach + Kaiser Computer GmbH, com especialização especial na área de software e placas de circuito de produção.

 

Imagem: PtU

 

 

Leia também:

 

Consórcio a favor da digitalização da indústria

 

IoT aplicada aos processos de soldagem

 

#MoDiPro



Mais Notícias CCM



Cursos on-line do setor metalmecânico. Agenda começa em julho.

A ABM promove treinamentos cuja programação inclui conteúdo sobre estampagem, laminação, trefilação e aplicação de inteligência artificial (IA) em processos siderúrgicos.

15/07/2024


Conformação rotativa pode tornar viáveis as células a combustível

O Instituto Fraunhofer de Máquinas-Ferramenta e Tecnologia de Conformação (IWU) anunciou o desenvolvimento de um sistema rotativo para estampagem das finíssimas chapas metálicas usadas na montagem de placas bipolares que compõem as células a combustível. A novidade poderá reduzir os custos de produção dessas células, com impacto no mercado da mobilidade elétrica, tendo em vista que elas substituem as baterias.

15/07/2024


Prensas dobradeiras hidráulicas

Empresa brasileira comercializa prensas dobradeiras hidráulicas com força de 1.500 toneladas fabricadas em Portugal.

15/07/2024